A IOTA é mais uma vez vítima de críticas e de irritação pública. Desta vez, o problema é uma função da tecnologia que aparentemente permitiu que golpistas roubassem cerca de $4 milhões de dólares de muitos usuários.

Sementes venenosas

A IOTA, rede por trás da 11ª criptomoeda mais valiosa por capitalização de mercado (MIOTA), está sofrendo um ataque nas redes sociais e fóruns da comunidade. A tecnologia por trás do projeto está sendo acusada de aparentemente permitir uma saída que possibilitou que hackers pudessem roubar aproximadamente $4 milhões de dólares, de acordo com relatórios.

Esta não é a primeira vez que a IOTA sofre um ataque. Em dezembro, o projeto recebeu muitas críticas por supostamente promover o hype entre uma “parceria” com a Microsoft.

Leia mais: “Bitcoin deve cair para um nível de $1.000” neste ano diz diretor de investimentos de Wall Street

O que aconteceu?

A carteira da IOTA requer que usuários gerem independentemente suas próprias sementes (chaves confidenciais). Muitos dos usuários utilizaram geradores de chaves online para fazer isso, tal como o iotaseed.io.

Se alguém hackeasse o gerador online (ou fosse responsável por seu próprio desenvolvimento), esta pessoa poderia coletar todas as sementes dos usuários da IOTA e esperar o melhor momento para golpear. Aparentemente, isto aconteceu na noite de sexta-feira, quando uma grande quantidade de fundos começaram a se mover por meio de sementes roubadas. Ao mesmo tempo, quem estava por trás do roubo planejou um ataque DDoS (ataque distribuído de negação de serviço) contra alguns dos mais populares full nodes da IOTA, impedindo eficazmente que as vítimas pudessem recuperar seu dinheiro.

Apesar do suporte da IOTA explicar que isso não é um erro na tecnologia em si, no qual dizem que ainda é perfeitamente segura, os críticos não estão satisfeitos. Para eles, depender de terceiros para gerar sementes é simplesmente uma oportunidade fácil para hackers, apenas pedindo para ser explorada.

É justo culpar o projeto como um todo por causa de tal incidente? Conte-nos o que pensa nos comentários!

Fonte: Bitcoin.com