News

Empresa está construindo o maior centro de mineração da América do Norte

por Rodrigo Camilo

05/12/2017 - 11:09 am

O maior centro de mineração da América está em andamento

A empresa de Vancouver, Hut 8 Mining Corp, divulgou planos para a criação do “maior centro de mineração de bitcoins da América do Norte”. A ambiciosa empresa canadense trabalhará em conjunto com os especialistas em mineração, Bitfury, que fornecerão o hardware, o software e a manutenção. O acordo deverá ser concluído em 2018.

Em um comunicado divulgado no dia 4 de dezembro, a Hut 8 revelou detalhes de um processo em várias etapas para dominar a indústria americana de mineração cripto. O projeto iniciará com a aquisição de 22 datacenters que fornecerão à empresa cerca de 24 MW de capacidade de mineração. A segunda fase do acordo fornecerá mais 35 datacenters com 38,5 MW de capacidade. Assim, a Hut 8 depende de uma cotação pública na bolsa de valores canadense. Em um comunicado, o diretor executivo Sean Clark disse:

“O market share do Bitfury, o poder de processamento incomparável, e a possibilidade em dimensionar, juntamente com um conselho de administração em que o administrador de fundos hedge Michael Novogratz e o renomado investidor Bill Tai concordaram em apoiar, oferecem à Hut 8 uma vantagem extrema em um mercado competitivo.”

O alto preço em minerar ouro Digital

O acordo feito entre a Hut 8 e o Bitfury oferecem à empresa de mineração canadense a possibilidade de compra de datacenters, isto é, fazendas de mineração, exclusivamente do Bitfury. Em seu estado atual, a Hut 8 obviamente não possui os fundos necessários para concluir o projeto. Em consequência disso, a empresa está oferecendo 13.2 milhões de ações através da empresa GMP Securities LP, que foram avaliadas em $26 milhões de dólares americanos.

Leia mais: Desenvolvedores do Bitcoin Cash revelam planos futuros

Blockbox, o centro de mineração móvel

Sujeita à conclusão do acordo prolongado, que deve ocorrer em algum momento em 2018, com uma produção total de mais de 60 MW, a Hut 8 será capaz de se tornar a maior mineradora na América do Norte. Além de conseguir testar transações em bitcoins na Lightning Network ao vivo, o Bitfury é mais conhecido por seus equipamentos de mineração. A empresa responsável por minerar o primeiro bloco de mais de 1MB do segwit também é responsável pelo Blockbox, uma unidade de mineração de bitcoins móvel. A empresa especializa-se também na construção de datacenters e semicondutores.

Tal notícia demonstra o quão longe a mineração de criptomoedas chegou, desde os tempos quando era acessível para amadores e pequenos pools de mineração. Geograficamente, o Bitfury e a Hut 8 representam uma mudança no poder. Com o surgimento de novas fazendas na Rússia, no norte da Europa, e na América do Norte, o domínio da China no mundo da mineração pode ser perdido.

Você acha que a China perderá seu domínio no mundo da mineração? Comente na seção abaixo!

Fonte: Bitcoin.com