News

O CEO da JPMorgan, Jamie Dimon, diz que bitcoin é uma “fraude” que acabará por explodir

por Juliana Roguim

12/09/2017 - 9:43 pm
  • “É pior do que febre das tulipas. Não vai acabar bem. Alguém vai ser morto”, disse Jamie Dimon.
  • Bitcoin sofreu queda após os comentários de Dimon.
  • A crítica de Dimon vem num momento em que algumas figuras bem conhecidas em Wall Street estão começando a abraçar as criptomoedas.

Jamie Dimon: Governments look at bitcoin as a novelty from CNBC.

O CEO da JPMorgan Chase, Jamie Dimon, deu uma fuzilada no bitcoin, dizendo que a criptografia “é uma fraude”.

Não é uma coisa real, eventualmente acabará, disse Dimon nesta terça-feira na conferência Delivering Alpha apresentada pela CNBC e Institutional Investor.

Dimon brincou dizendo que até mesmo sua filha comprou um pouco de bitcoin, procurando ganhar dinheiro com uma tendência que o viu aumentar em mais de 300% este ano.

“Não estou dizendo “Vou comprar um pouco de bitcoin e vender $100,000 antes que ele caia “, disse. “Este não é um conselho a se dar. Minha filha comprou bitcoin, subiu e agora ela acha que ela é um gênio”.

Em uma aparição em outra conferência no início do dia, Dimon disse que a mania de bitcoin é uma reminiscência da mania da febre das tulipas no século XVII.

Leia mais: Paris Hilton é a última celebridade a promover uma ICO

“É pior do que a febre das tulipas. Não vai acabar bem. Alguém vai ser morto”, disse Dimon em uma conferência da indústria bancária organizada pela Barclays. “As moedas têm suporte legal. Ela explodirá”.

Dimon também disse que “dispensaria em um segundo” qualquer comerciante do JPMorgan que negociasse bitcoin, observando dois motivos: “É contra nossas regras e eles são estúpidos”.

Bitcoin caiu em seus mínimos de sessão após os comentários de Dimon. Às 3:01 p.m. em Nova York, o bitcoin trocou $4.106,23, abaixo de 2%.

As críticas de Dimon ocorrem quando algumas das figuras mais conhecidas de Wall Street estão começando a abraçar as criptomoedas. Tom Lee, da Fundtrat, disse que viu bitcoin subir para $6.000 no próximo ano e o investidor Bill Miller, segundo se informa, possui bitcoin.

Fonte: CNBC