“Amazon do Japão”, Rakuten agora permite que usuários convertam pontos de fidelidade em Bitcoin

Além do Bitcoin, serviço da Rakuten também permite converter os pontos em outras criptomoedas

O equivalente do Japão à Amazon, a gigante do comércio eletrônico Rakuten, agora permite que os usuários convertam seus pontos de fidelidade ganhos em Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Bitcoin Cash (BCH).

O serviço está sendo fornecido pela exchange de criptomoedas da Rakuten, a Rakuten Wallet, de acordo com um anúncio divulgado na terça-feira. Um “Rakuten Super Point” é equivalente a um iene (~ $ 0,0091) quando convertido em criptomoedas.

“Apenas os Rakuten Super Points regulares podem ser trocados”, disse a empresa, acrescentando que “Limited Time Points” não podem ser trocados. Os usuários precisam converter um mínimo de 100 superpontos em criptomoedas, de acordo com o anúncio.

A Rakuten disse que o serviço visa reduzir as barreiras de entrada no comércio de criptomoedas, fornecendo uma maneira mais fácil de acessar o mercado. Para começar, os usuários precisam ter uma conta na Rakuten Wallet (o registro é gratuito) e, por meio do aplicativo da exchange, podem converter os pontos de fidelidade em criptomoedas.

Existe limite no número de Super Points da Rakuten que podem ser trocados por transação e por mês. Em uma transação, os membros “Diamond” podem converter no máximo 50.000 pontos, enquanto outros membros podem converter apenas 30.000 pontos. E em um mês, os membros Diamond podem converter no máximo 500.000 pontos e outros membros apenas 100.000 pontos.

Rakuten Wallet

A Rakuten Wallet é uma exchange de criptomoedas licenciada no Japão, registrada no Kanto Local Finance Bureau de acordo com a Lei de Serviços de Pagamento do país.

Anteriormente conhecida como “Everybody’s Bitcoin Inc.”, a exchange mudou seu nome em março deste ano e começou a oferecer serviços de sport trade – “Spot trade” refere-se à compra ou venda de um ativo financeiro em que os participantes possuem um acordo prévio quanto ao preço e data de entrega do instrumento – em agosto.

A Rakuten disse na época que acredita que “o papel dos pagamentos baseados em criptomoedas no comércio eletrônico, no varejo offline e nos pagamentos P2P [peer-to-peer] crescerá no futuro”.

A unidade de comércio eletrônico da Rakuten começou a aceitar pagamentos em Bitcoin em 2015, quando integrou seu site nos EUA com o provedor de carteira do Bitcoin Bitnet.

Fonte: The Block Crypto

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.