Analistas alertam: Declínio de criptomoedas e petróleo pode indicar novo Flash Crash

Os indícios apresentados em ambos os mercados são sinais de baixa evolução

De acordo com a Reuters, analistas do Bank of América Merrill Lynch afirmaram que o declínio nos mercados de petróleo e criptomoedas são fortes indicadores de um “flash crash“.

Os analistas supostamente sugeriram que a grande volatilidade em diversas classes de ativos e a falta de alavancagem apresentada no mercado do petróleo nas últimas semanas, são sinais de baixa evolução de mercado.

Nesta semana, o Webitcoin noticiou a queda no valor do Bitcoin a US$5.400, enquanto a capitalização total do mercado de criptomoedas caiu para US$174 bilhões.

No dia 13 de novembro o Brent (classificação do petróleo) atingiu uma baixa de 8 meses, a queda diária mais significativa dos últimos 3 anos.

Recentemente os mercados registraram grandes saídas de títulos corporativos, registrando uma perda de US$2 bilhões.

bull market agora é representado por títulos corporativos de alto rendimento e pelo dólar americano. De acordo com especialistas, a moeda fiat irá subir em valor até o final do ano, e continuar o movimento até março de 2019, antes de cair.

Segundo o analista Rob Sluymer, da Fundstrat, o colapso do Bitcoin nesta semana empurrou o mercado de criptomoedas para uma área “profundamente vendida”, enquanto indicadores não se mostram favoráveis à longo prazo.

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli