Após confusão envolvendo o KFC, outra rede de fast food passa a aceitar Dash na Venezuela

As notícias sobre a aceitação do ativo no KFC foram “equivocadas”

De acordo com seu perfil no Facebook, a Church’s Chicken, rede americana de fast food, passou a aceitar pagamentos utilizando a criptomoeda Dash em suas lojas na Venezuela.

A primeira transação utilizando a moeda foi filmada e atualmente está disponível no canal da Dash no Youtube.

Aparentemente, o restaurante afirma ser a primeira rede global de fast food a aceitar pagamentos em criptomoedas, o que gera certa confusão visto que recentemente foi noticiado que a rede venezuelana do KFC começaria a aceitar Dash nesta semana. Entretanto, de acordo com um porta-voz da rede de fast food, houve um grande equívoco, visto que o processamento de pagamentos com a criptomoeda não seriam verdadeiros, “nem a publicação de nenhuma notícia  sobre eles foi autorizada”.

Logo depois, o Dash Merchant Venezuela postou um pedido público de desculpas em seu perfil no Twitter, dizendo que a declaração foi prematura e refletiu otimismo ao invés do atual estágio das discussões com o KFC Venezuela. Entretanto, tanto a Dash quanto o KFC afirmaram estar envolvidos em negociações visando a possibilidade de pagamentos em cripto.

Em janeiro de 2018 as filiais canadenses do KFC introduziram um produto chamado “Bitcoin Bucket”, porção de frango frito que só poderia ser comprada com Bitcoin.

“Claro, nós não sabemos exatamente o que são Bitcoins, ou como eles funcionam, mas isto não deveria ficar entre você e um frango de lamber os dedos”, dizia um anúncio.

FONTE: COINTELEGRAPH