Após denúncias de falso volume, CoinMarketCap anuncia que implementará novas métricas para avaliar as exchanges

A plataforma foi acusada de apresentar dados falsos

Recentemente o WeBitcoin noticiou que mais de 80% das exchanges do mercado provavelmente apresentam falso volume de negociação. Apesar de ser algo de certa forma já esperado, visto que pequenas plataformas muitas vezes reportam volumes similares a grandes exchanges como Binance ou Poloniex, a quantidade reportada é surpreendente.

O tópico chamou a atenção da equipe do CoinMarketCap (CMC) após a Bitwise Asset Management afirmar em um relatório que os dados apresentados pelo site estão errados.

De acordo com a pesquisa, 95% do volume de negociação apresentado pelas exchanges no site é falso, “dando uma impressão fundamentalmente equivocada do verdadeiro tamanho e natureza do mercado do Bitcoin”. O relatório foi arquivado junto à SEC na última quarta-feira, 20 de março.

Ciente da questão, o CoinMarketCap recentemente se pronunciou no Twitter.

WeBitcoin: Após denúncias de falso volume, CoinMarketCap anuncia que implementará novas métricas para avaliar as exchanges

Estamos ouvindo o feedback de todos os usuários e estamos trabalhando duro para adicionar um conjunto de novas métricas para que os usuários tenham uma visão mais completa das exchanges de criptomoedas no site. Quais seriam as novas métricas que vocês gostariam de ver? Compartilhem conosco.

Por ser muito utilizado pelos investidores e entusiastas, o CMC acabou se tornando referência na busca por dados envolvendo valor, volume e capitalização de criptomoedas e exchanges. Um erro como o reportado poderia desestabilizar a confiabilidade do site, que é um dos 500 mais visitados da internet de acordo com a Bloomberg.

Em resposta à publicação, muitos usuários criticaram a plataforma pela venda de anúncios da BitConnect Coin (BCC), criptomoeda atrelada a uma plataforma de investimento que prometia o pagamento de juros de 1% ao dia para quem investisse em BCC. Tudo foi abaixo em janeiro de 2018, quando a plataforma anunciou o encerramento das atividades e o valor da moeda caiu 98% em apenas 24h. Muitos acusaram o projeto de Pirâmide Financeira após o ocorrido, e aparentemente os usuários culpam o CoinMarketCap até hoje.

Um internauta chegou a alegar que o CMC conseguiu mais vítimas para o golpe do que youtubers piramideiros.

Como reportado pelo WeBitcoin, recentemente o CoinMarketCap lançou índices de criptomoedas nos feeds de dados da Nasdaq, Reuters e Bloomberg. O primeiro índice (CMC Crypto 200 Index) inclui Bitcoin e cobre mais de 90% do mercado global de criptomoedas. O segundo (CMC Crypto 200 ex BTC Index) acompanha a performance do mercado sem a influência do Bitcoin.