Após perda milionária, exchange Poloniex inicia processo para ressarcir clientes

Poloniex começa a ressarcir usuários após perder mais de US$13 milhões

De acordo com um comunicado publicado na última semana, a exchange de criptomoedas Poloniex perdeu 1.800 Bitcoins (mais de US$13 milhões) durante um flash crash no mercado do token CLAM em 26 de maio.

Aparentemente, o sistema de margem P2P da plataforma inclui tanto os credores quanto os tomadores de empréstimos, cujos credores são reunidos e recompensados por emprestar seus fundos. Para que determinado usuário tenha acesso ao serviço de empréstimo, ele deve ter uma certa quantia de garantia para fornecer um nível de certeza de que a dívida poderá ser paga posteriormente.

Em 26 de maio, o mercado de negociação com margem do CLAM desvalorizou mais de 70% em apenas 45 minutos na Poloniex, causando uma “enxurrada” de liquidações destinadas a reduzir as perdas a fim de reembolsar o credor. Aparentemente, a velocidade e a magnitude do crash foram muito severas para que o sistema de liquidação automática da exchange funcionasse de forma adequada, resultando na perda de 1.800 BTC de usuários credores.

Mais de uma semana após o anúncio, a Poloniex comunicou que já iniciou o processo de pagamento, distribuindo pouco mais de 180 Bitcoins entre os usuários lesados (10% da perda total).

De acordo com a exchange, o acidente impactou apenas 0,4% do total de clientes.

Anteriormente o WeBitcoin noticiou que a Poloniex cessou a negociação de nove tokens nos Estados Unidos graças a complicações na regulamentação local, que aparentemente os considera como títulos.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli