Argentina terá 30 caixas eletrônicos de Bitcoin até 2019 graças à inflação do Peso

Empresas pretendem expandir por toda América Latina

Segundo a Reuters, até 2019 serão instalados 30 caixas eletrônicos de Bitcoin e demais criptomoedas ao redor da Argentina.

O país conta com 2 caixas atualmente, o primeiro instalado em 18 de setembro e o segundo no dia 3 de outubro. De acordo com Dante Galeazzi, a crescente inflação do peso alavancou a busca por criptoativos.

” Com a desvalorização da moeda, percebemos um grande aumento nas transações de Bitcoin. Vemos isso como uma (…) oportunidade de investir no mercado”, disse.

Galeazzi ocupa atualmente o cargo de gerente da Athena Bitcoin, empresa responsável pelo primeiro caixa eletrônico de criptomoedas da Argentina.

Até o momento, os caixas instalados pela Athena não aceitam altcoins. Entretanto, a empresa possui planos para integrar outras criptomoedas, como Ethereum e Litecoin.

WeBitcoin: Argentina terá 30 caixas eletrônicos de Bitcoin até 2019 graças à inflação do Peso

Leia mais: Espanha utilizará tecnologia Blockchain e Big Data para criação de “porto inteligente”

Além da Athena, outra empresa que observa de perto o mercado argentino é a Odyssey Group, companhia americana. De acordo com a Reuters, a empresa pretende instalar 150 caixas eletrônicos de criptomoedas no país em 2019.

Ambas empresas planejam se expandir pela América Latina. Segundo dados da Coin ATM Radar, a América do Sul possui 0,89% dos caixas eletrônicos de cripto do mundo, ao passo que abriga 5,6% da população.

A Athena Bitcoin pretende iniciar operações no Brasil, Chile e México.

Leia mais: Prefeito de Seul anuncia plano de 5 anos para integração da tecnologia Blockchain na cidade

FONTE: CCN