Associated Press quer usar Chainlink para publicar informações

Famosa agência de notícias pretende estreitar os laços com a economia blockchain.

A Associated Press (AP) disse, nesta quinta-feira (21), que pretende montar um oráculo na rede Chainlink (LINK). O objetivo é garantir que todos os dados relacionados a jornais e membros de emissoras sejam verificados por meio de criptografia.

Com isso, é possível garantir ainda mais segurança com relação às informações prestadas pela agência.

Ainda de acordo com a AP, eles pretendem publicar informações on-chain para desenvolvedores, os quais poderão acessá-las rapidamente e, com isso, criar referências em quaisquer aplicações relevantes. Esse cruzamento de dados pode, inclusive, ser favorável durante as eleições.

Dwayne Desaulniers, diretor de dados e licenciamento em blockchain da AP, comentou:

“A tecnologia Chainlink é o caminho ideal para disponibilizar contratos inteligentes a desenvolvedores, em qualquer lugar do mundo, com acesso direto e sob demanda a dados confiáveis sobre economia, esportes e corrida.”

Relacionamento de longa data

Não é a primeira vez que a Associated Press utiliza mecanismos blockchain para tornar seu trabalho mais seguro, rápido e transparente: em 2020, a agência publicou os resultados das eleições presidenciais norte-americanas por meio das redes EOS e Ethereum.

Em 2018, foi realizada uma parceria entre a agência e uma startup blockchain focada em atividades jornalísticas, a Civil.

Em todos os casos, a principal razão pela qual a AP busca converter seus dados para o blockchain está na confiança: informações públicas, acessíveis, seguras e auditáveis fazem toda a diferença para garantir a integridade do trabalho realizado pela equipe. Com isso, a agência mantém “um dedo no pulso da economia blockchain”.

Foto de Rafael Motta
Foto de Rafael Motta O autor:

Jornalista, trader e entusiasta de tecnologia desde a mais tenra juventude. Foi editor-chefe da revista internacional 21CRYPTOS e fundador da Escola do Bitcoin, primeira iniciativa educacional 100% ao vivo para o mercado descentralizado. Foi palestrante na BlockCrypto Conference, em 2018.