Atlas Quantum diz ter processado resgates em reais

Investidores seguem cobrando seus saques em Bitcoin

Na semana do Dia de Finados, a Atlas Quantum deu a entender que estaria levantando da tumba: por meio de posts em seu perfil no Twitter e em sua página oficial no Facebook, a empresa – envolvida em uma série de polêmicas e colecionando reclamações de clientes que não conseguem sacar seus Bitcoins – disse que havia processado 1.738 resgates em reais desde 21 de outubro, com “100% dos pedidos atendidos dentro do prazo”.

De acordo com um agregador de dados que acompanha as variações de valor do “BitAtlas”, ou seja, Bitcoins presos na plataforma da Atlas Quantum, o deságio da venda de BTC da empresa chegou a 80,4% em 31 de outubro, na comparação com o valor de mercado. Isso indica que os clientes que porventura aceitaram receber resgates em reais tiveram um prejuízo considerável.

A maioria dos 96 comentários no post da página oficial da Atlas Quantum no Facebook seguia criticando a empresa e duvidando de sua credibilidade, além de cobrar os resgates em Bitcoins. Um dos usuários, por exemplo, levantou a hipótese de a Atlas sequer ter processado o número de saques em reais descritos no post: “Tem como vocês passarem a wallet que estão processando os saques? Ah não, mudaram para Reais que não é possível verificar. Vocês podem dizer que houve 1.700 saques e ter feito para 10… 100 pessoas só para tentar passar alguma credibilidade”.

Há rumores de que, até 2 de novembro, a Atlas Quantum passará por uma nova auditoria, que poderá ser acompanhada por representantes dos investidores. Em tese, essa auditoria comprovaria o saldo da empresa que estaria retido em exchanges estrangeiras. Levando em conta que duas exchanges citadas anteriormente pela Atlas, Gate.io e HitBTC, vieram a público dizer que a empresa brasileira mentia sobre saldos bloqueados, dá para entender o pessimismo da maioria dos que têm Bitcoins na plataforma.

* Imagem de a_roesler por Pixabay

Foto de Simone Gondim
Foto de Simone Gondim O autor:

Jornalista, revisora e roteirista, apaixonada por tecnologia e especializada em conteúdo.

https://www.instagram.com