Autoridade financeira da Dinamarca irá coletar dados de exchanges de criptomoedas para evitar sonegação fiscal

A iniciativa também abrange negociações realizadas por dinamarqueses em plataformas estrangeiras

De acordo com um anúncio, a Skattestyrelsen (SKAT), Agência Tributária da Dinamarca, recebeu autorização do Conselho Fiscal do país para coletar dados das exchanges de criptomoedas locais.

A medida visa verificar se os investidores estão realizando corretamente o pagamento de impostos, se utilizando de informações como identificação (nomes, endereços, etc) e registros de compra e venda de criptomoedas (de 2016 a 2018).

A permissão foi concedida durante a última reunião do Conselho Fiscal em dezembro. Em seguida, foram relatadas  diversas negociações realizadas por cidadãos dinamarqueses em exchanges de criptomoedas finlandesas.

Para ampliar o alcance, a agência pretende compartilhar informações sobre transações em cripto realizadas por cidadãos estrangeiros com as autoridades fiscais de seus respectivos países.

Atualmente a SKAT está trabalhando com as exchanges para estabelecer um procedimento de divulgação de informações. Com o recebimento dos dados, a autoridade poderá confirmar que os investidores realizaram o pagamento de impostos da forma correta, sem sonegação.

“Esta (criptomoeda) é um grande mercado que devemos investigar”, disse Karin Bergen, diretora da agência responsável pela coleta de impostos.

De acordo com as autoridades finlandesas, aproximadamente 2.700 dinamarqueses realizaram negociações de mais de US$15 milhões em criptomoedas entre 2015 e 2017 em exchanges de Bitcoin da Finlândia.

FONTE: RTT NEWS

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli