Baleias começam a mover seus fundos na plataforma de empréstimos Solend

Baleias

Baleias começam a movimentar milhões de dólares da plataforma DeFi Solend, à medida que risco de liquidação aumenta

Uma grande carteira no centro do drama de governança no protocolo de empréstimos Solana Solend começou a movimentar milhões de dólares em criptomoedas esta manhã, conforme tweet da Solend.

A medida evita potencialmente o risco de contágio em caso de liquidação que poderia ter causado centenas de milhões de dólares em perdas.

A carteira anônima depositou 95% do pool de tokens SOL da Solend e representou 88% dos empréstimos do USDC, mas chegou perto de uma chamada de margem na semana passada, pois o preço do SOL caiu mais de 40% para US$ 27,00.

O protocolo teria liquidado automaticamente até 20% da garantia da baleia se a SOL atingisse US$ 22,30 e potencialmente levasse a danos no ecossistema Solana mais amplo. Um voto de governança foi lançado pelos desenvolvedores do protocolo para assumir o controle da conta e tomar as medidas adequadas de gerenciamento de risco.

As ações da carteira na terça-feira ocorreram quando o preço do SOL aumentou 12% em 24 horas, atingindo US$ 37,00. Isso significa que os níveis de liquidação estão muito abaixo dos níveis atuais, permitindo que o usuário da carteira tome as medidas necessárias para evitar danos imprevistos em caso de liquidação.

No momento da edição deste artigo, a criptomoeda Sol esta sendo negociada a US$ 37,31, com um percentual de ganho de 1,77 % nas últimas 24 horas, atingindo ganhos de 28,88% semanal e possui um Market Cap de US$ 12,8 bilhões.

Medidas domadas pela plataforma Solend

Chamada de SLND3, a proposta mais recente introduziria um limite de empréstimo por conta de US$ 50 milhões. Também liquidaria gradualmente as posições de quem tivesse uma dívida acima desse limite, independentemente do valor da garantia, até que o valor emprestado chegasse a US$ 50 milhões. Uma redução de US$ 500.000 por hora seria a meta.

A proposta vem principalmente em resposta à posição de uma “baleia” na DeFi Solana que depositou 5,7 milhões de SOL em Solend, ou mais de 95% dos depósitos do pool principal, e emprestou USD 108 milhões em moeda (USDC) e tether (USDT). Solend afirmou que essa “posição de margem extremamente grande” estava se aproximando de uma liquidação catastrófica na cadeia.

A situação da baleia na DeFi continua a impor uma forte pressão aos usuários do DeFi Solana, diz a última proposta. Os usuários ainda não podem sacar o USDC, as posições garantidas pelo USDC ainda não podem ser liquidadas e ainda há risco sistêmico no Solend.

A proposta está atualmente em votação e o período de votação terminará em menos de um dia a partir do momento da redação. Até agora, 99% dos votos foram dados a favor da proposta.

Enquanto isso, alguns veteranos de criptomoedas alegaram que caso venha acontecer uma grande liquidação na rede DeFi da Solana, isso prejudicaria as alegações de “descentralização” e prejudicaria a imagem geral das finanças descentralizadas (DeFi).

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_