Banco canadense disponibilizará “cofre seguro” para criptomoedas

VersaBank em direção à segurança

O VersaBank Inc., menor banco do Canadá em termos de recursos, está atendendo a crescente necessidade de segurança de ativos virtuais por criar um cofre digital que estará disponível em junho.

Recentemente, o banco contratou Gurpreet Sahota, um expert de cibersegurança da empresa de telefones celulares Blackberry, uma empresa conhecida como a líder em criptografia e segurança digital. De acordo com o veículo de notícias Bloomberg, Sahota supervisionará o projeto chamado de “VersaVault” que armazenará ativos digitais em servidores.

David Taylor, diretor executivo do VersaBank, disse que a maioria dos patrimônios de pessoas são armazenados em algum formato digital, seja ele um contrato, uma ação ou uma criptomoeda.

Um cofre seguro

O VersaBank não terá acesso e não saberá o conteúdo armazenado no cofre digital. De acordo com Taylor, a impossibilidade do acesso ao cofre garantirá sua segurança.

O VersaBank está atendendo a crescente necessidade de segurança digital, uma área que tem chamado a atenção em virtude do mais recente roubo de aproximadamente $500 milhões de dólares na exchange japonesa Coincheck Inc. Os hackers conseguem invadir as exchanges de criptomoedas através das carteiras que estão conectadas à internet.

Taylor disse que gestores de fundos grandes demonstraram interesse em armazenar seus recursos na VersaVault desde que ela foi anunciada no mês passado. O preço pelo serviço ainda não foi determinado, mas Taylor disse que será caro.

Ao citar questões de segurança, vários bancos dos EUA afirmaram estar impedindo a compra de criptomoedas com cartões de crédito.

Leia mais: 64% dos alemães sabem o que é Bitcoin, diz Associação de TI Bitkom

Esforços em proteger ativos digitais

O VersaBank não é a primeira empresa a apresentar soluções em segurança de ativos digitais.

A Xapo Inc. tem oferecido um sistema de armazenamento seguro de bitcoins por cerca de quatro anos.

A Goldmoney Inc., uma empresa de Toronto que permite a compra, a venda e o armazenamento de metais preciosos em cofres localizados em sete países, passou a oferecer o armazenamento de bitcoins em setembro.

Em novembro, o banco sul-coreano Shinhan disse que pretende desenvolver um cofre para o armazenamento de bitcoins até meados de 2018.

Um pioneiro em operações bancárias

Taylor implementou o sistema de serviços bancários sem agência no Canadá em 1993, quatro anos antes da empresa ING Groep NV oferecer operações bancárias por telefone conhecidas como ING Direct.

O VersaBank opera de forma eletrônica sem agências, coletando depósitos de corretores e comprando empréstimos e locações financeiras de empresas financeiras não bancárias. O banco também trabalha com sócios para fornecer o financiamento para o varejo e para empresas de pequeno porte.

O VersaBank tem um valor de mercado de aproximadamente $126 milhões de dólares, possui 80 empregados e tem ultrapassado grandes bancos do Canadá. Comparado com o declínio de 2.9 por cento do índice de oito empresas S&P/TSX Commercial Banks, as ações do VersaBank subiram em 24% este ano.

No ano passado, o VersaBank subiu em 19% em comparação com o valor de 11% de ganhos do índice de bancos.

Fonte: CCN.com

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/