Banco Central da Mongólia concede permissão oficial para utilização da primeira criptomoeda nacional

A criptomoeda recebe permissão oficial após meses no mercado

Segundo relatório oficial publicado hoje (28 de setembro) a Mobifinance é a primeira entidade licenciada a emitir a própria criptomoeda na Mongólia.

A empresa é uma ramificação da Mobicom, e ocupa a posição de maior operadora de telecomunicações móveis do país.

Os diretores da Mobifinance receberam permissão oficial durante um evento cerimonial na sede do Banco Central da Mongólia. Aparentemente a criptomoeda recebeu o apelido de “Candy”.

Leia mais: Coreia do Sul desclassifica empresas de criptomoedas como “Negócios de Risco”

Em suma, a conquista ocorreu 5 meses após o Banco Central aprovar a regulamentação formal da criptomoeda.

O CEO da Mobicom, Tatsuya Hamada, declarou estar muito otimista quanto ao papel que o ativo exercerá no futuro da economia.

“Caixas eletrônicos e cartões se tornarão coisa do passado“, diz.

WeBitcoin: Banco Central da Mongólia concede permissão oficial para utilização da primeira criptomoeda nacional

De acordo com planos do Banco Central “a regulação define quem irá participar do sistema monetário e como”.

A moeda já se encontra em uso, sendo utilizada para pagar diversos bens e serviços com uma variedade de negócios.

Leia mais: Ripple anuncia sua iniciativa de caridade que direcionará US$105 milhões para projetos educacionais

FONTE: COINTELEGRAPH