Banco francês BNP se rende ao sistema cripto e começa a ofertar custódia de cripto

BNP Paribas

Os Bancos estão vendo uma grande oportunidade no mercado cripto e estão entrando no ramo de empréstimos de custódia, desta vez é o Banco francês BNP

O banco francês BNP Paribas está entrando no espaço de custódia de criptomoedas por meio de uma parceria com a empresa suíça de custódia de ativos digitais Metaco.

Grandes Bancos estão se aproximando da custódia de criptomoedas, mas o que torna esse acordo particularmente significativo é a posição do BNP Paribas Securities Services como um importante custodiante global, com quase US$ 13 trilhões em ativos sob custódia.

O BNP Paribas e seu mais novo parceiro Metaco, não responderam aos pedidos de comentários.

A Metaco, que recentemente assinou um acordo de tecnologia de custódia com o Banco francês Société Générale (GLE), está se tornando o fornecedor principal para Bancos e instituições que desejam entrar no espaço cripto. A Metco também anunciou recentemente um acordo com o Citigroup (C) e, anteriormente, com BBVA (BBVA), Zodia Custody, DBS e UnionBank Philippines.

O serviço que a Metaco fornecerá para SocGen e Citi é focado em tokens de segurança, como versões tokenizadas de ações ou outros instrumentos financeiros, com menos ênfase em criptomoedas puras.

Essa é uma tendência popular entre os Bancos à medida que entram no espaço de ativos digitais, explicou o CEO da Metaco, Adrien Treccani.

Outros Bancos já estão na tendência

No dia 1 de junho, o portal Webitcoin publicou que o Banco Capital Union sediado nas Bahamas e detém parte das reservas da Tether, empresa que emite e administra a maior stablecoin do mundo (USDT), anunciou que o Banco está trabalhando com plataformas selecionadas de câmbio de criptomoedas e provedores de liquidez, bem como custodiantes e provedores de tecnologia. Dessa forma, eles podem oferecer suporte a uma ampla variedade de ativos digitais e, por sua vez, oferecer serviços de exchange e custódia a seus clientes.

Lembrando que Bahamas pretende adotar as criptomoedas para sanar problemas com o PIB.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_