Banco italiano permitirá compras de bitcoins no início deste ano

O Banca Generali se juntou a vários outros bancos nas últimas semanas com planos para permitir que seus clientes negociem Bitcoin

Banco italiano permitirá compras de bitcoins no início deste ano

O Banca Generali – um banco italiano voltado para a banca privada e gestão de fortunas – planeja lançar serviços de negociação Bitcoin no início de 2022. Esses serviços serão ativados por meio de uma integração com o Conio – um aplicativo de carteira/câmbio Bitcoin.

Bitcoin na Itália

A revista financeira “We Wealth” forneceu detalhes sobre os novos serviços do banco no mês passado. Aparentemente, os 300 mil clientes poderão criar uma carteira Bitcoin diretamente de suas contas bancárias, graças ao Conio. O primeiro já investiu milhões de dólares na Conio, que compartilha escritórios em San Francisco e Itália.

Ambas as empresas iniciaram a parceria em dezembro de 2020, planejando originalmente o lançamento dos serviços em 2021. No entanto, Riccardo Renna – Diretor de Operações do Banca – está confiante de que o projeto será lançado no início deste ano.

“A partir desse momento, os clientes poderão operar com segurança em uma classe de ativos que, de outra forma, poderia ser arriscada se abordada incorretamente”, disse ele.

Os novos serviços oferecem a vantagem de comprar Bitcoin simplesmente financiando contas de débito ou crédito, em vez de usar um provedor de pagamento terceirizado. Ele também apresenta uma solução única de carteira multi-sig para maior segurança e para garantir que as recuperações da carteira sejam possíveis em caso de sucessão.

“Sabemos que a futura estrutura dos mercados financeiros certamente será influenciada pela tecnologia de blockchain que continua a surgir”.

Disse Renna.

“Estamos trabalhando com Conio em várias mesas para, estudar possíveis adaptações da blockchain aos nossos processos e sistemas“.

Bancos que adotam serviços de Bitcoin

Vários bancos importantes anunciaram planos de adotar serviços semelhantes de carteira Bitcoin nas últimas semanas. O mais notável entre eles foi a Associação Alemã de Bancos de Poupança (também conhecida como Sparkasse), uma rede de 400 bancos em todo o país. Seus serviços por si só poderiam fornecer serviços criptos de fácil acesso a mais de 50 milhões de pessoas.

Pouco depois, dois outros grandes bancos alemães anunciaram planos de integração de cripto, incluindo o Commerzbank e o Volks – und Raiffeisenbank. Mais recentemente, um banco de varejo com sede em Nova Jersey fez parceria com a Bakkt – um provedor de custódia de criptomoedas – para começar a permitir que os clientes negociem criptoativos.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8