Bancos espanhóis estão interessados ​​em oferecer ativos digitais a seus clientes

Os Bancos espanhóis estão se preparando para a possibilidade de oferecer ativos cripto diretamente aos seus clientes.

De acordo com os novos regulamentos, o Banco da Espanha deve formular uma lista de provedores de serviços de ativos virtuais e empresas de custódia. No entanto, essas instituições ainda não têm certeza se devem se inscrever, pois os Bancos já cumprem as diretrizes de combate à lavagem de dinheiro derivadas de outras leis.

Bancos espanhóis cumprem com as leis criptomoeda

Os Bancos espanhóis estão interessados ​​em oferecer serviços de criptomoeda a seus clientes e tomarão providências para cumprir as regulamentações futuras. Os Bancos espanhóis já estão a caminho de se inscreverem para a lista de provedores de serviços de ativos virtuais e organizações de custódia que deve ser compilada pelo Banco da Espanha antes de 29 de outubro.

O Banco da Espanha anunciou que iria liberar a documentação e as instruções para as partes interessadas no próximo registro, mas não o fez. Isso deixou os Bancos incertos quanto à necessidade de se registrar novamente de acordo com as leis aplicáveis. Os Bancos na Espanha já cumprem as leis de combate à lavagem de dinheiro, portanto, para alguns especialistas, o novo registro não deve ser necessário para ofertarem serviços de criptoativo.

Gloria Hernández Aler, sócia da consultoria regulatória Finreg, afirmou:

Não faria sentido para um Banco ter que cumprir os requisitos impostos pela norma. No entanto, faz sentido que eles avisem que vão prestar esse tipo de serviço e, provavelmente, vão precisar mudar sua política de lavagem de dinheiro.

Bancos flertam com a criptomoeda

Alguns Bancos que operam na Espanha já têm planos de comercializar criptomoedas ou já operam com criptomoedas no exterior. É o caso do BBVA, que já estabeleceu um cripto ativo comercial na Suíça que oferece serviços de câmbio e custódia. O Caixabank, outro Banco espanhol, está iniciando um programa piloto de oferta destes serviços em parceria com a Onyze, empresa que oferece um programa de custódia como serviço a empresas.

O quadro regulatório das criptomoedas para a União Europeia, denominado MICA (Markets In Crypto Assets), ainda está em desenvolvimento. Fontes afirmam que, embora seja difícil para a estrutura ficar pronta este ano, todos os sinais apontam para um lançamento no início de 2022.

Fonte: News Bitcoin

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_