Bilionário Ricardo Salinas tem 10% de seu ‘portfólio líquido’ em Bitcoin

Ricardo Salinas é um bilionário mexicano que fez questão de não esconder que possui Bitcoin

Ricardo Salinas Pliego, a terceira pessoa mais rica do México, disse em uma postagem no Twitter na terça-feira que investiu uma grande parte de seus ativos líquidos na maior criptomoeda do mundo, o Bitcoin.

“Muitas pessoas me perguntam se eu tenho Bitcoin”, disse Salinas, que tem uma fortuna de US$ 11,8 bilhões por meio de suas participações em negócios de varejo, banco e transmissão, de acordo com o Índice Bloomberg Billionaires.

“SIM. Tenho 10% do meu portfólio líquido investido.”

O Bitcoin está chegando a níveis recordes depois de mais do que dobrar de preço este ano, em parte impulsionado por temores de que a flexibilização do banco central e o estímulo fiscal degradem as moedas. O ativo digital avançou para uma terceira sessão na quarta-feira, superando a maioria de seus rivais e ultrapassando os US$ 18.000. Seu desempenho atraiu alguns grandes gestores de ativos de Wall Street, incluindo Fidelity Investments, que lançou um fundo de Bitcoin durante o verão, e o macro investidor Paul Tudor Jones.

Em uma série de tweets na terça-feira, o fundador do fundo de hedge Ray Dalio questionou a utilidade da criptomoeda como reserva de riqueza, mas acrescentou: “Posso estar perdendo algo sobre o Bitcoin, então adoraria ser corrigido”.

Os ganhos do Bitcoin ajudaram a compensar os interesses comerciais de Salinas. As ações de seu maior ativo listado – o conglomerado Grupo Elektra SAB – caíram mais de 10% este ano, enquanto as da rede de televisão local que ele e sua família controlam caíram quase 60%.

Salinas, de 65 anos, que contraiu a Covid-19 no mês passado, disse em um tweet posterior que investiu pela primeira vez em Bitcoin há quatro anos, acrescentando que detém o saldo de seu portfólio líquido em mineradoras de metais preciosos. Salinas e sua família ganharam mais de US$ 500 milhões por meio de dividendos de suas participações listadas nas últimas duas décadas, de acordo com o índice de riqueza da Bloomberg.

Fonte: Bloomberg

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.