Binance e Mastercard fecham parceria e lançam cartão cripto pré-pago na Argentina

Binance

Devido à desvalorização do peso argentino a Binance juntamente com a Mastercard disponibilizaram cartões pré-pagos cripto

A Binance e a Mastercard lançaram um cartão de recompensas pré-pago na Argentina para ajudar as pessoas a gastarem suas criptomoedas em bens do dia a dia em um país onde a moeda nativa sofre com um dos mais altos níveis de inflação do mundo.

O cartão permitirá que os usuários comprem coisas e paguem contas com Bitcoin e outras criptomoedas, de acordo com um anúncio nesta quinta-feira (04), da Binance.

https://twitter.com/binance/status/1555192365106843648?s=20&t=KPNNfqXeT-JVRc0ahkgz7A

De acordo com o diretor geral da Binance na América Latina, Maximiliano Hinz, no anúncio:

Acreditamos que o cartão Binance é um passo significativo para incentivar o uso mais amplo de criptomoedas e a adoção global e agora está disponível para usuários da Argentina.

A Argentina é o primeiro país da América Latina a ter o cartão, que já está em modo beta e estará amplamente disponível nas próximas semanas. O anúncio acrescentou que os usuários também não serão cobrados por saques em caixas eletrônicos.

As criptomoedas estão ganhando força na Argentina, a empresa de análise de blockchain Chainalysis classificou o país no ano passado entre os 10 principais adotantes de criptomoedas do mundo.

E o Bitcoin não é o único ativo digital popular. As Stablecoins, também estão encontrando um caso de uso. Na semana passada, o time de futebol argentino Banfield recebeu US$ 6 milhões em USDC, a segunda maior stablecoin por valor de mercado, como pagamento por um jogador do clube brasileiro São Paulo.

O governo argentino está preocupado com a fuga de capitais à medida que os pesos perdem valor, então no mês passado introduziu novas medidas focadas em criptomoedas: o Banco Central disse que aqueles que compraram Bitcoin ou qualquer outro ativo digital nos últimos 90 dias com pesos não poderiam acessar o mercado único de câmbio livre e comprar dólares americanos à taxa oficial.

O novo cartão de débito da Binance pode ajudar os traders de criptomoedas a contornar essas novas medidas. Um trader de criptomoedas na Argentina poderia, teoricamente, usar sua conta na Binance para obter acesso a equivalentes em dólares americanos na forma de stablecoins USDC ou USDT e gastar esses fundos com o cartão, tudo sem a necessidade de uma conta bancária ou acesso ao oficial. mercado de câmbio.

A Argentina atualmente sofre com uma das piores taxas de inflação do mundo, atualmente 64%. Isso dificulta a vida cotidiana dos argentinos; os gastos podem ficar complicados, pois a maioria das pessoas usa dólares americanos e há duas taxas de câmbio, uma oficial e uma do mercado clandestino e as criptomoedas é uma boa alternativa.

A Binance já possui um cartão de débito cripto Visa, foi lançado no ano passado e permite que os usuários da Binance convertam suas participações em criptomoedas em moeda fiduciária no ponto de venda.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_