Bitcoin pode atingir o próximo suporte entre e US$ 30,000 e US$ 28,600

Bitcoin

Bitcoin está em baixa e se fechar a semana abaixo de US$ 36.247 poderemos ver mais queda na próxima semana

O Bitcoin quebrou abaixo de uma tendência de alta de curto prazo, pois os sinais de impulso ficaram negativos. A criptomoeda pode ver mais quedas rumo aos US$ 30.000, que está perto do fundo de uma faixa de negociação de um ano.

O Bitcoin não conseguiu manter US$ 40.000 nos últimos meses e caiu 47% em relação à sua alta histórica, em torno de US$ 69.000, alcançada em novembro do ano passado. A tendência de alta de longo prazo enfraqueceu, o que sugere que a alta continua limitada este ano.

Bitcoin
O gráfico de preços semanais do Bitcoin mostra suporte/resistência (Damanick Dantes/CoinDesk, TradingView)

No gráfico semanal, o Bitcoin corre o risco de quebrar abaixo de sua média móvel de 100 semanas em US$ 36.247. Um segundo fechamento semanal abaixo desse nível pode render alvos negativos para US$ 30.000 e depois US$ 17.823 (um declínio de aproximadamente 80% de pico a vale, a par com o mercado de baixa de criptomoedas de 2018).

Ainda assim, maio é tipicamente um período sazonalmente forte para ações e criptos, ainda mais com as ações do Federal Reserve (alta da taxa de juros) e a guerra da Rússia contra a Ucrânia. Isso pode manter os compradores de curto prazo ativos em níveis de suporte mais baixos, embora sem convicção de mudar a recente tendência de baixa no preço.

No momento da edição deste artigo, o ativo digital Bitcoin está sendo negociado a US$ 35,975, com desvalorização de 0,36% nas últimas 24 horas e 6,62% semanal, possuindo um Market Cap de US$ 684 bilhões.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_