Bitcoin é o queridinho dos italianos para compras online

Criptomoeda já supera cartões de crédito como opção de pagamento

De acordo com um novo relatório da empresa de análise de marketing SEMRush, os italianos amam tanto o Bitcoin que a criptomoeda é o terceiro método de pagamento mais usado no país para compras online, atrás apenas de PayPal e PostePay.

Conforme publicado em reportagem do jornal La Stampa, isso significa que o Bitcoin é usado para comércio eletrônico na Itália de forma muito mais ampla do que Visa, Mastercard e American Express, segundo a SEMRush.

O interesse da Itália no comércio eletrônico aumentou consideravelmente nos últimos anos. Os métodos de pagamento digital entre os italianos se diversificaram e o país mediterrâneo, evidentemente, foi além do uso dos cartões de crédito tradicionais para compras online.

O Bitcoin, de alguma forma, conseguiu se infiltrar como uma alternativa viável nesse processo. Em média, o Bitcoin é usado na Itália mais de 215.800 vezes por mês para compras online, de acordo com dados obtidos pelo jornal La Stampa. No mesmo período, o American Express é usado 189.000 vezes, em média, enquanto outros cartões de crédito, como Visa e Mastercard, são usados ​​apenas 33.950 vezes.

Os dados da SEMRush indicam que, em 2019, a atividade de transação do Bitcoin atingiu o pico na Itália em junho, com aproximadamente 368.000 operações. Coincidentemente, o próprio Bitcoin atingiu o pico em junho, excedendo o valor de US$ 13.000 por moeda, na época.

Em comparação, o PayPal domina o comércio online na Itália, com aproximadamente 1.383.000 pagamentos efetuados a cada mês. A gigante do processamento de pagamentos é amplamente conhecida por sua facilidade de uso e aceitação quase global (E, para ser justo, esse número provavelmente inclui várias transações feitas com contas vinculadas a cartões de crédito e contas bancárias.) O processador de pagamentos italiano PostePay é o segundo colocado, mas está bem próximo, com uma média de 1.175.000 transações mensais feitas na plataforma.

Ao combinar os dois números, diminui a quantidade de transações de Bitcoin feitas a cada mês para comprar produtos online na Itália.

Mas e o fato de, na Itália, o Bitcoin ainda ultrapassar Visa, Mastercard e American Express em usabilidade? Mamma mia!

* Imagem de Gerd Altmann por Pixabay
Fonte: Decrypt

Foto de Simone Gondim
Foto de Simone Gondim O autor:

Jornalista, revisora e roteirista, apaixonada por tecnologia e especializada em conteúdo.

https://www.instagram.com