Bitcoin está matando o Ethereum?

O analista Juan Villaverde sugeriu que o Bitcoin pode estar matando o Ethereum

Atualmente, o Ethereum não é apenas uma rede nativamente equipada com contratos inteligentes, mas esse também é o principal motivo de seu sucesso. 

A blockchain do Bitcoin, por outro lado, não suporta nativamente contratos inteligentes e a principal razão do sucesso do BTC provavelmente se deve ao fato de ser considerado como ouro digital. 

Mas Villaverde questiona essa dicotomia, dizendo que: 

“O próprio rei da criptomoeda pode se tornar uma plataforma de contrato inteligente”.

O analista ressalta que, embora o Ethereum agora seja uma plataforma para executar uma variedade infinita de aplicativos, conhecidos como contratos inteligentes ou dApps, sua rede agora está congestionada . 

A capacidade reduzida e a baixa velocidade da rede Ethereum na execução de transações ajudariam uma demanda crescente por transações, na medida em que muitos acreditam que alternativas mais escaláveis ​​poderiam se espalhar. 

Essa alternativa seria o Bitcoin, de acordo com Villaverde, por meio de cadeias laterais como o RSK . 

Confiando na blockchain e a principal criptomoeda no mundo, projetos como o RSK teriam todas as credenciais para se tornar um dos principais concorrentes na batalha competitiva entre plataformas para oferecer suporte a contratos inteligentes ou dApps. 

Villaverde descreve o Bitcoin como a principal cadeia de movimentação ou preservação de valor, enquanto cadeias laterais como o RSK seriam cadeias paralelas para fazer todo o resto. 

Nesse cenário, a blockchain do Bitcoin permanece a mesma, com seus mineradores continuando a extrair o BTC, mas outra cadeia é adicionada à primeira, com sua própria criptomoeda de referência (RBTC) e seus mineradores. 

O RBTC seria simplesmente uma forma de Bitcoin usada para a execução de contratos inteligentes no RSK. Isso permitiria que os proprietários de Bitcoin executassem dApps. 

Para dizer a verdade, até o momento não parece realmente que o RSK tenha conseguido minar o domínio da Ethereum de contratos inteligentes e dApps. De fato, há algum tempo o número de transações diárias na blockchain Ethereum excedeu em muito as transações na blockchain Bitcoin,mas de acordo com o analista da RSK, ele está destinado a ser bem-sucedido.

Em particular, ele argumenta que as ferramentas financeiras descentralizadas da DeFi podem estar entre as primeiras a mudar para a cadeia lateral do Bitcoin, embora, na realidade, a DeFi continue sendo inquestionavelmente dominada pela Ethereum hoje. 

O RSK tem muito em comum com o código do Ethereum, tanto que tudo atualmente em execução no Ethereum poderia funcionar tão bem no Bitcoin. Além disso, os DeFi dApps atualmente usam principalmente ETH como garantia, enquanto eles podem se beneficiar do uso do BTC para a mesma finalidade. 

Villaverde dá o exemplo do DAI, argumentando que, se tivesse o BTC como garantia em vez de ETH, poderia ter um spread maior. 

Por esses motivos, ele sugere que o Bitcoin poderia matar o Ethereum e se tornar a principal plataforma para contratos inteligentes e dApps, embora na realidade não haja evidências até o momento de que esse processo de transição esteja ocorrendo.

Imagem Madartzgraphics por Pixabay.

Fonte: Cryptonomist

Foto de Mirian Romão
Foto de Mirian Romão O autor:

Graduada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-Graduada em Comunicação em Redes Sociais.

mirian_romao