Bitcoin no vermelho! Moeda apresenta 5% de queda

Os preços das criptomoedas afundaram nesta segunda-feira após a agência de serviços financeiros do Japão (FSA) anunciar que poderá conduzir inspeções nas exchanges japonesas em resposta ao hack de $530 milhões de dólares na Coincheck. O Bitcoin liderou o retrocesso com 5% de queda, enquanto a maioria das outras principais moedas acompanhavam o movimento.

Como já sabemos, o Japão tem sido bem receptivo à indústria das criptomoedas, e as políticas de regulamentação favoráveis permitiram o país de se transformar em um dos principais mercados de criptomoedas.

Consequentemente, a possibilidade de que órgãos japoneses tomem medidas mais rígidas contra exchanges pode ter sido um fator contribuindo para o atual declínio das moedas, reduzindo ainda mais a capitalização de mercado para $565 bilhões de dólares.

Bitcoin não consegue manter preço acima de $12.000 dólares

Antes da retração, o mercado havia apresentado um aumento em virtude da notícia de que o aplicativo de negociação de ações, Robinhood, permitiria negociar criptomoedas isentas de taxas para um número limitado de clientes em fevereiro — uma ação que provavelmente afetará a Coinbase e trará novos investidores para o mercado.

Gráfico de preços do Bitcoin

No domingo, o preço do Bitcoin atingiu a alta de $12.190 dólares, mas não conseguiu se manter acima da marca de $12.000 dólares e afundou ainda mais na segunda-feira de manhã. Até o momento, o preço de Bitcoin está negociando em $11.262 dólares na Bitfinex, o que representa um declínio de cinco por cento para o dia e diminui a capitalização de mercado para o valor de $189 bilhões de dólares.

Leia mais: Exchanges japonesas reforçam regulamentação após hack em CoinCheck

Ethereum apresenta quedas

O preço do Ethereum seguiu por uma rota parecida, caindo para o valor de $1.181 dólares após um importante fim de semana no qual atingiu o elevado valor de $1.260 dólares. O Ethereum agora possui uma avaliação de mercado de $115,3 bilhões de dólares, uma parcela de 20 por cento da capitalização de mercado total das criptomoedas.

Apesar de fase difícil, NEO registra aumentos tímidos

De forma geral, os preços dos altcoins acompanharam o índice de mercado na segunda-feira, no entanto, duas criptomoedas importantes conseguiram registrar performances relativamente altas.

O primeiro delas foi o XRP, moeda nativa da Ripple, cujo preço diminuiu para $1,26 dólar, ou seja, uma queda de 1%. Apesar deste recuo, o XRP registrou a segunda melhor performance dentre as 10 maiores criptomoedas e ultrapassou o mercado em três pontos percentuais.

No entanto, o Bitcoin Cash não foi tão sortudo, seu preço caiu para $1.653 dólares, uma queda de 5%. Dentre as 10 maiores criptomoedas, a Cardano apresentou a pior performance, registrando 7% de queda, mas a EOS e a stellar também não foram muito diferentes.

NEO, classificada em oitavo lugar, foi a única das 10 maiores a registrar ganhos para o dia. O preço do NEO aumentou em quatro por cento para o valor de $155 dólares, dando a moeda uma capitalização de mercado de $10.1 bilhões de dólares.

A queda de cinco por cento do Litecoin reduziu-a para a nona posição nos rankings de capitalização de mercado, e o NEM – ainda se recuperando do hack de $530 milhões de dólares na CoinCheck – caiu em 6% para o valor de $0.95.

Clique aqui para um gráfico em tempo real do preço do Bitcoin e aqui para a atual capitalização do mercado de criptomoedas.

Fonte: CCN.com

 

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/