Bitcoin: nova onda de golpes por e-mail

É preciso manter a atenção!

Cuidado com os golpes envolvendo Bitcoin: infelizmente, uma nova onda de e-mails fraudulentos relacionados ao BTC surgiu recentemente. Muitos deles são apresentados como uma espécie de “alerta” para ganhos ou receitas derivados de investimentos hipotéticos em BTC.

Os perpetradores enviam essas mensagens contendo informações totalmente inventadas e, portanto, falsas, tentando fazer suas vítimas potenciais acreditarem que podem arrecadar quantias significativas de dinheiro seguindo um determinado procedimento.

O procedimento realmente existe, mas permite apenas o envio de dinheiro aos perpetradores. Considerando que os ganhos ou receitas obviamente não existem.

Na verdade, os fraudadores convidam quem responde a esses e-mails a enviar dinheiro para “destravar” os fundos, com o truque de pedir o pagamento de uma quantia muito inferior ao que prometem arrecadar. Dessa forma, se as vítimas acreditam nessas mentiras, elas ficam tão atraídas pelas promessas que, infelizmente, não hesitam em “doar” seu dinheiro aos fraudadores.

Outro golpe semelhante é aquele que, em vez de pedir dinheiro diretamente, pede às vítimas potenciais dados confidenciais, como dados de acesso a carteiras ou exchanges, mas isso é menos comum.

Um tipo diferente de golpe, pelo menos em sua aparência, é aquele que ameaça as vítimas em potencial com a publicação de material comprometedor sobre elas, como vídeos ou fotos que envolvam nudez ou sexo.

Contudo, em uma inspeção mais próxima, é sempre o mesmo padrão, apenas com uma narrativa diferente.

O esquema de golpes de e-mail relacionados ao Bitcoin

O esquema é sempre o mesmo: convencer as vítimas a enviar dinheiro ao fraudador contando mentiras que os convencem a fazê-lo. O tipo de mentira contada pode mudar, mas no final o mecanismo é sempre o mesmo.

Às vezes, esse mecanismo é baseado no desejo de dinheiro fácil, às vezes no medo de ser caluniado, mas mesmo que as emoções envolvidas mudem, a prática permanece a mesma.

Em todo caso, trata-se sempre de mentiras, totalmente inventadas e sem qualquer evidência real, que só às vezes se apimentam com detalhes que visam torná-las mais críveis. Se as vítimas em potencial não percebem que não há verdade no que o fraudador está dizendo, é relativamente fácil cair no engano.

Além disso, a quantia de dinheiro solicitada é frequentemente muito pequena e ao alcance de quase todos, portanto, a menos que fique claro que é tudo mentira, as vítimas podem ser tentadas a pagar.

Para estar protegido contra tais tentativas, basta verificar se o que está sendo dito é verdadeiro ou não.

Fonte: Cryptonomist

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.