Bitcoin poderá enfrentar baixas nas próximas semanas, afirma trader

Trader prevê pausa na valorização do Bitcoin

Após ter superado a marca de US$13.000 na última quarta-feira, o Bitcoin sofreu uma grande correção, voltando a ser negociado próximo a US$11.000.

A queda, que para alguns especialistas está sendo encarada como algo positivo, pode continuar por algumas semanas segundo o trader e investidor Josh Rager.

Em seu perfil no Twitter, Rager apontou que o mês fechou em alta, visto que o Bitcoin entrou em junho sendo negociado próximo a US$8.600 e fechou a US$11.000 (uma valorização de quase 28%). No gráfico semanal, no entanto, a alta fechou em pouco mais de 0,2%, valorização que foi eclipsada pela queda de mais de 20% registrada após o novo pico anual.

Para as próximas semanas, Josh prevê uma pausa na bull run, afirmando que o ativo passará por um período de baixa. De acordo com ele, a ocasião é uma ótima oportunidade para a compra, visto que o ativo possui grandes chances de decolar em breve.

O mesmo caso foi apontado pelo economista e trader Alex Kruger, que afirmou que a hora de comprar é quando “os preços estão batendo contra uma tendência de alta identificada, ou quando os preços estão quebrando após a consolidação”. Outra importante figura a destacar a oportunidade foi Anthony Pompliano, que chegou a declarar que o Bitcoin está “em promoção”.

Recentemente o WeBitcoin noticiou que ao menos inicialmente, a nova trégua entre EUA e China não havia surtido grandes efeitos no valor do Bitcoin. Entretanto, nos últimos dois dias a desvalorização da moeda (10%) mostrou que o mercado de cripto pode estar sofrendo os primeiros impactos do acordo, visto que anteriormente a guerra comercial foi apontada como um agravante da grande valorização do Bitcoin.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli