Bitcoin se sai melhor com os aumentos de taxas do que Ethereum e ações

Bitcoin

Bitcoin consegue se manter com melhores desempenhos que Ethereum e ações em um cenário de altas taxas de juros

O Bitcoin é o melhor ativo para “moderar o impacto econômico” dos principais anúncios de taxas de juros, de acordo com um novo relatório da Babel Finance, um provedor de serviços cripto-financeiros.

O efeito moderador do Bitcoin (BTC) foi melhor do que o de outros ativos digitais, como a criptomoeda Ethereum, apesar do Bitcoin estar intimamente correlacionado com ativos tradicionais, como o índice de ações S&P 500 dos EUA, disse o relatório.

Segundo pesquisadores:

No geral, o desempenho do BTC nas datas abaixo demonstra a capacidade do ativo de “moderar melhor o impacto econômico dos eventos monetários em comparação com o mercado de ações dos EUA e o ETH.

Como uma possível explicação para isso, o relatório apontou para o fato de que “uma proporção significativa” de detentores de BTC sempre teve confiança nas “propriedades de reserva de valor e narrativa de hedge de inflação” do ativo.

Como resultado, uma proporção maior de detentores de Bitcoin está optando por manter o ativo, mesmo que outros ativos de risco caiam, disse o relatório.

Anúncios de taxas de juros e seu impacto no Bitcoin:

impact on btc
Fonte: Babel Finance

Notavelmente, a reação moderada no mercado de BTC ocorreu apesar do fato de o ativo digital ter espelhado o mercado de ações dos EUA “em um grau sem precedentes” desde maio de 2020.

De acordo com o relatório, as correlações de 30 dias atingiram quase 0,8 em 6 de maio de 2022, a correlação mais alta desde julho de 2017.

btc and stocks
Fonte: Babel Finance

Em termos do que esperar daqui para frente, ainda é incerto se o Bitcoin atingiu o fundo do atual ciclo de baixa, disse o relatório.

Segundo autores da pesquisa:

Alguns analistas estão procurando por sinais de um fundo do Bitcoin, mas este relatório não está respondendo se ‘comprar a queda’ agora é uma boa aposta.

Em vez de tentar prever um fundo para o Bitcoin, o relatório deixou claro que a propriedade de reserva de valor do ativo digital “não diminui totalmente”, mesmo que seu preço caia e sua correlação com outros ativos de risco permaneça alta.

Os autores continuaram:

Como sempre, as narrativas de longo prazo do Bitcoin não seriam facilmente prejudicadas por outro colapso de preços. Os ‘verdadeiros crentes’ ainda estão sendo construídos lá, concluíram os autores.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_