Bitcoin x Tesla: BTC se aproxima da capitalização de mercado da empresa de Elon Musk

A capitalização de mercado do Bitcoin continua a se expandir para mais de US$ 700 bilhões e se aproximou da Tesla de Elon Musk

Seguindo os últimos desenvolvimentos de preços para o Bitcoin, a capitalização de mercado da criptomoeda entrou nos dez principais ativos por capitalização de mercado. Mais recentemente, a BTC fechou a lacuna com o veículo elétrico e empresa de energia limpa de Elon Musk, a Tesla.

Bitcoin está se aproximando do valor de mercado da Tesla

A criptomoeda está em uma corrida notável desde outubro de 2020. Ela terminou o ano passado com ganhos de mais de 300% depois que finalmente conseguiu ultrapassar os US$ 20.000 e entrar em território desconhecido.

Até agora, o Bitcoin continuou com seu desempenho de alta em 2021 também, adicionando cerca de 30% em uma semana. O último marco conquistado veio apenas algumas horas atrás, quando o BTC atingiu um novo recorde histórico de $ 38.600.

Naturalmente, quando o preço do ativo cresce, também aumenta sua capitalização de mercado. No caso do BTC, a capitalização de mercado é determinada multiplicando o número de moedas em circulação pelo preço de cada uma.

Após o recorde de hoje, a capitalização de mercado cumulativa da maior criptomoeda atingiu US$ 715 bilhões, de acordo com dados do Asset Dash. Isso colocou o BTC na 7ª posição no ranking do recurso de monitoramento. Ou seja, o Bitcoin se aproximou da capitalização de mercado da gigante de veículos elétricos de Elon Musk – Tesla.

Embora os dois tenham uma capitalização de mercado relativamente semelhante a partir de agora, é importante notar que eles representam grupos de ativos totalmente diferentes. O Bitcoin é um produto de mercado livre não regulamentado que é comercializado 24 horas por dia, 7 dias por semana. Por outro lado, a Tesla é uma empresa de capital aberto que recentemente se juntou ao grande índice dos EUA – o S&P 500.

Os dados do Asset Dash também mostram que o Bitcoin ultrapassou vários nomes notáveis ​​em sua ascensão. Esses incluem os gigantes financeiros MasterCard, JPMorgan Chase & Co, Visa, Verizon Communications, Alibaba Group Holding e Tencent.

Se o BTC também superar a Tesla, os próximos alvos serão Facebook (US$ 775 bilhões), Alphabet (US$ 1,2 trilhões), Amazon (US$ 1,6 trilhões), Microsoft (US$ 1,65 trilhões) e a empresa mais valiosa do mundo em capitalização de mercado – Apple (US$ 2,2 trilhões )

A história entre Elon Musk e Bitcoin

O cofundador e CEO da Tesla, Elon Musk, tem uma história atraente com o Bitcoin, cheia de tweets bizarros e às vezes sarcásticos. Em janeiro de 2020, ele disse que “Bitcoin não é minha palavra segura” e forneceu um fechamento quase um ano depois, dizendo que “Bitcoin é minha palavra segura”.

Embora a ideia por trás desse tipo de tweet tenha permanecido um mistério, ou talvez apenas uma piada, ele também discutiu o futuro da criptomoeda primária com mais seriedade. Musk disse anteriormente que o Bitcoin provavelmente não substituiria as moedas fiduciárias, mas tem um papel no sistema financeiro.

Curiosamente, ele também tem sido mais aberto e favorável a outra criptomoeda – Dogecoin. Seu perfil no Twitter exibia “ex-CEO da Dogecoin” até recentemente, e alguns de seus tweets aumentaram o preço do ativo em até três dígitos.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.