Bitmain processa hacker por roubar quantia em Bitcoin de conta na Binance

A quantia girava em torno de US$5,5 milhões na época do roubo

Nesta semana a Bitmain, grande companhia de mineração de criptomoedas, entrou com um processo contra um hacker não identificado que supostamente invadiu uma das contas da empresa na exchange Binance e roubou uma quantia em Bitcoin.

De acordo com a empresa, o incidente ocorreu em abril deste ano.

Para ocultar sua identidade, o hacker utilizou o capital roubado para “inflar” o preço de uma criptomoeda de pequena escala, a MANA (ERC-20). Com a “injeção de capital”, o preço da moeda subiu de US$0,12 para US$0,34 na Binance em uma hora.

Ainda mais, o preço global da MANA subiu para US$0,20, representando um ganho de 40%. A atividade elevou o valor de capitalização de mercado da moeda em mais de US$80 milhões.

A valorização permitiu que o hacker vendesse a criptomoeda e possivelmente liquidasse em uma ou mais exchanges.

De acordo com os investigadores, o hacker transferiu pelo menos 2,3 milhões de MANA da Bittrex para a Binance, e muitos apontam que o Bitcoin acumulado da lavagem retornou à Bittrex.

Segundo a Bitmain, o esquema resultou na perda de 617 Bitcoin, em torno de US$5,5 milhões na época do incidente.

“Roubar criptomoedas de uma Exchange centralizada deixa muitos rastros. E além do mais, seu nome não precisa ser conhecido para que você seja processado. Agora que o processo foi arquivado, supõe-se que a Bitmain emitirá intimações à Binance e outros provedores, para que o réu possa ser identificado”, disseram os advogados Stephen Palley e Nelson Rosario.

FONTE: CCN

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli