Brad Garlinghouse, CEO da Ripple, se posiciona contra a postura “apolítica” da Coinbase

Garlinghouse não poupou críticas à exchange de criptomoedas Coinbase

CEO da empresa de pagamentos cripto Ripple, Brad Garlinghouse disse hoje que sua empresa não planeja seguir a nova mudança de políticas da exchange de criptomoedas Coinbase, que por sua vez não permite “distrações políticas” no trabalho. A nova política da Coinbase, que recebeu muita atenção, exigia que seus funcionários evitassem se distrair com questões políticas e sociais e, em vez disso, se concentrassem em trabalhar por “um sistema financeiro aberto para o mundo”.

O CEO da Coinbase, Brian Armstrong, tinha até disponibilizado um pacote de saída “generoso” para os funcionários que não apoiavam as novas políticas.

Do outro lado do espectro, o CEO da Ripple, Garlinghouse, disse em uma entrevista que as empresas de tecnologia têm “a obrigação” de contribuir para o trabalho com questões sociais. Chamando isso de “triste realidade”, Garlinghouse acrescentou que as empresas de tecnologia também pioraram os problemas da sociedade. Ele disse em um comunicado:

“Acho que as empresas de tecnologia têm uma oportunidade – na verdade uma obrigação – de se inclinar para fazer parte da solução.”

Para provar seu ponto de vista, Garlinghouse observou ainda por que Ripple processou o YouTube da Alphabet Inc, alegando que o YouTube falhou em proteger os consumidores de fraudes cripto de “giveaway” scams. Ao que o CEO da Ripple raciocinou que sua empresa não precisava levar a questão acima mencionada a tribunal, pois não ajudaria a empresa, mas Garlinghouse acreditava que as empresas de tecnologia devem assumir a responsabilidade pelos problemas para os quais estão contribuindo.

Logo após a nova mudança de política da Coinbase, vários executivos, como Jack Dorsey da Square, comentaram sobre a postura apolítica da exchange e declararam que isso ia contra os valores da indústria de criptomoedas. Enquanto isso, desde que Armstrong introduziu a política, 60 pessoas ou “cerca de 5% dos funcionários” optaram por deixar a empresa, que também incluía alguns executivos de alto nível.

Fonte: AMBCrypto

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.