Brave anuncia integração com Solana (SOL) em seu navegador

O objetivo, segundo os desenvolvedores, é permitir fácil acesso ao próximo bilhão de usuários cripto.

O navegador Brave está trabalhando em uma integração com a blockchain da Solana (SOL), atualmente em quinto lugar em capitalização de mercado.

Com a parceria, será possível acrescentar ferramentas para facilitar a vida dos usuários, além de tornar o acesso à web descentralizada cada vez mais barato e acessível a todos.

Segundo publicação oficial da equipe do Brave, as transações rápidas e de baixo custo chamaram a atenção dos desenvolvedores, pois ajuda na integração entre Web3 e DeFi. Além disso, teceram críticas ao Ethereum, uma vez que suas altas taxas de transação impediram que muitos usuários transacionassem nos últimos tempos.

O crescimento exponencial do projeto chamou a atenção dos desenvolvedores do Brave:

“Solana também é o ecossistema que mais tem crescido rapidamente, e sua integração com o Brave é um resultado direto entre demanda de usuários e desenvolvedores”.

Brendan Eich, CEO do Brave, comentou que a integração é um passo fundamental para trazer a internet descentralizada às massas:

“Cada vez mais e mais usuários e criadores exigem ferramentas para acessar a web descentralizada de forma rápida e barata. Essa integração pavimentará, com excelência, o caminho para que o próximo bilhão de usuários cripto façam uso de aplicativos e tokens.”

SOL x BAT

Solana implementará o protocolo Themis, desenvolvido pelo Brave e faz parte crucial do roadmap do BAT 2.0. Com ele, será possível encorajar desenvolvedores a fazer uso do BAT em DApps (plataforma cross-chain de aplicativos) construídos na rede Solana.

Além disso, usuários mobile serão capazes de acessar a Web3 em um ambiente ainda mais protegido, sem perder a privacidade, um dos maiores focos do projeto.

O lançamento da integração entre Brave e Solana está previsto para o primeiro semestre de 2022.

Foto de Rafael Motta
Foto de Rafael Motta O autor:

Jornalista, trader e entusiasta de tecnologia desde a mais tenra juventude. Foi editor-chefe da revista internacional 21CRYPTOS e fundador da Escola do Bitcoin, primeira iniciativa educacional 100% ao vivo para o mercado descentralizado. Foi palestrante na BlockCrypto Conference, em 2018.