Canadá reprimirá as exchanges de criptomoedas

Os reguladores de valores mobiliários do Canadá estão se preparando para reprimir as exchanges de criptomoedas que assumem a custódia de ativos digitais.

A Canadian Securities Administration emitiu um aviso a equipe em 16 de janeiro, detalhando como as exchanges de criptomoedas serão tratadas. Mais especificamente, a nota faz a diferença entre as exchanges que custodiam os ativos de seus clientes e as que não o fazem.

As exchanges de custódia receberão tratamento severo do órgão de controle de valores mobiliários do país. De acordo com o documento, essas exchanges estarão sujeitas a derivativos tradicionais e regulamentos de segurança. 

No Canadá, os títulos são regulados por diferentes províncias e não pelo governo federal. É por isso que é altamente provável que o país esteja trabalhando em direção a uma regulamentação unificada. 

Por outro lado, o aviso também estipula quando essas leis de valores mobiliários não se aplicarão. 

“Em nossa opinião, uma simples entrada do registro eletrônico não constitui entrega, devido às dependências contínuas do usuário da Plataforma, a fim de, eventualmente, receber o ativo de criptomoeda quando solicitado. Os termos da transação exigem que toda a quantidade do ativo de criptomoeda comprado da plataforma ou do vendedor da contraparte seja imediatamente transferida para uma carteira que esteja sob o controle exclusivo do usuário, e a transferência seja imediatamente refletida na blockchain Bitcoin”, de acordo com o documento.

Tudo isso ocorre após o famoso escândalo da exchanges de criptomoedas QuadrigaCX, que teve US$190 milhões em fundos dos usuários bloqueados. 

Canadá acorda em direção a criptomoedas

O exposto acima não é a primeira coisa que o Canadá fez em campo, especialmente em termos de regulamentos. No ano passado, quase imediatamente após o escândalo, o país propôs banir as vendas de criptomoedas, bem como a margem de trading.

De qualquer forma, o país parece ser mais amigável em relação aos ativos digitais. Recentemente, começaram a circular relatórios de que o Royal Bank do Canadá está pensando em lançar sua própria plataforma de negociação Bitcoin. Supostamente, permitiria que os clientes do banco comprassem Bitcoin e investissem nele.

Imagem Rawpixel por Freepik.

Fonte: Cryptopotato

Foto de Mirian Romão
Foto de Mirian Romão O autor:

Graduada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-Graduada em Comunicação em Redes Sociais.

mirian_romao