CEO da Bakkt é nomeada para o Senado dos Estados Unidos

Kelly Loeffler ocupará a cadeira de Johnny Isakson, que vai se aposentar

O governador da Geórgia, Brian Kemp, nomeou oficialmente Kelly Loeffler, CEO da Bakkt, para o Senado dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (4). Ela assumirá o cargo em 1º de janeiro de 2020.

Na sexta-feira (29), o Atlanta Journal-Constitution noticiou pela primeira vez que Kemp estava considerando Loeffler. No início desta semana, Wall Street Journal, Washington Post, Associated Press e outros meios de comunicação confirmaram a informação em suas reportagens. Embora o mandato de Isakson termine em janeiro de 2023, Loeffler terá de concorrer às eleições em 2020, caso queira continuar no Senado em janeiro de 2021.

Kemp nomeou a republicana Kelly Loeffler contra a vontade do presidente Donald Trump, que, aparentemente, expressou sua preferência pelo deputado Doug Collins, também republicano. No entanto, Loeffler tem o apoio do líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, outro republicano.

Embora a futura senadora tenha se declarado “pró-Trump”, sendo a favor do muro na fronteira e da Segunda Emenda, e contra o aborto e o socialismo, ela não abordou criptografia ou Bitcoin em suas considerações iniciais.

Segundo a NPR, Brian Kemp abriu um processo de inscrição on-line para o cargo depois que Johnny Isakson anunciou que se aposentaria em 31 de dezembro de 2019, por motivos de saúde. Kelly Loeffer solicitou a vaga no último dia do prazo.

“Apesar de pouco ortodoxo, abrimos o processo para todos”, disse Kemp.

Loeffler é a executiva-chefe da Bakkt, subsidiária da Intercontinental Exchange focada em Bitcoin, desde agosto de 2018. Sob seu mandato, a empresa lançou contratos futuros de Bitcoin liquidados fisicamente.

A Bakkt anunciou, recentemente, a intenção de desenvolver um aplicativo móvel para consumidores fazerem pagamentos em Bitcoin, além de serviços de custódia expandida. Nas próximas semanas, a previsão é lançar opções e contratos futuros de liquidação financeira.

Ainda não está claro quem ficará com o cargo na Bakkt depois que Loeffler assumir sua nova posição, em 1º de janeiro de 2020. No entanto, o atual COO e ex-executivo da Coinbase Adam White seria um sucessor natural. Até o momento, não há comentário oficial da empresa sobre a sucessão.

Um comunicado de imprensa compartilhado após a publicação deste artigo parabenizou Loeffler por seu novo papel. Embora o comunicado tenha reconhecido que ela deixaria o cargo na Bakkt antes de assumir suas funções no Senado, o texto não abordou quem poderia ficar em seu lugar.

* Imagem: Página oficial de Kelly Loeffler no Facebook
Fonte: CoinDesk

Foto de Simone Gondim
Foto de Simone Gondim O autor:

Jornalista, revisora e roteirista, apaixonada por tecnologia e especializada em conteúdo.

https://www.instagram.com