CEO da BitMex aponta que o Bear Market do Bitcoin e demais criptomoedas poderá durar mais 18 meses

O “inverno” poderá ser longo para os ativos

De acordo com Arthur Hayes, cofundador e CEO da BitMex, Bitcoin e demais criptomoedas enfrentarão o bear market por mais 18 meses.

Hayes aponta, “com base em experiências anteriores”, que o cenário de baixa volatilidade e volume de negociação poderá perdurar por 12 a 18 meses.

“Iniciei com o Bitcoin em 2013, quando o preço pulou de US$250 para US$1300 e, logo em seguida, de 2014 a 2015, foi um tipo de Bear Market nuclear. O preço despencou”

Durante os últimos meses o Bitcoin foi negociado entre US$6300 e US$6500, perdendo cerca de 68% de valor desde a alta do ano passado.

Leia mais: Empresa de contabilidade lança sistema para transações privadas na rede Ethereum

A relativa estabilidade de preço tem sido alvo de elogios de vários analistas. Em paralelo, o cenário pode fazer com que o baixo volume de comércio caia ainda mais, de acordo com Hayes.

Entretanto, contradizendo a colocação de Arthur, a BitMex registra operações de trading diárias atingindo até US$1 bilhão, vendo um pico de US$8,5 bilhões em 2018.

Quando questionado sobre o fato, Hayes aponta que a plataforma está em posição de resistir a baixa volatilidade.

Leia mais: Hong Kong emite novas regras para regulamentar fundos e exchanges

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli