CEO da Fundstrat: “Valor do Bitcoin está subindo porque as antigas baleias voltaram a comprar”

Thomas Lee fala sobre o ativo durante entrevista

O CEO da Fundstrat, Thomas Lee, recentemente concedeu uma entrevista à CNBC onde foi discutido a nova alta do Bitcoin, maior criptomoeda do mercado.

Lee abre a entrevista dizendo que apesar de ter enfrentado um período difícil no último ano, em 2019 a moeda de certa forma se manteve constantemente subindo, o que pode ser visto no gráfico abaixo.

WeBitcoin: CEO da Fundstrat: "Valor do Bitcoin subiu porque as baleias voltaram a comprar"
Gráfico do valor do Bitcoin desde o início de 2019 retirado do CoinMarketCap

De acordo com o CEO esse movimento e a nova alta são resultado da ocorrência de “coisas positivas”.

“É porque estão acontecendo coisas positivas, como muitas das antigas baleias estão comprando Bitcoin, então houve acumulação lenta e estável”

Quando questionado sobre o termo “baleias antigas”, Lee explica que são os “detentores originais” de Bitcoin, investidores que adquiriram grandes quantidades do ativo logo no seu início e que provavelmente liquidaram grande parte de seus fundos durante a alta histórica.

O CEO citou também o lançamento da Bakkt,o serviço da custódia da Fidelity e os crescentes índices de uso em países com hiperinflação, como Turquia e Venezuela, acrescentando que a comunidade de cripto “guardou muito dinheiro e estava aguardando” que o ativo superasse US$3000.

Falando sobre a possibilidade de um ETF, Lee afirma que será um desenvolvimento muito positivo “se e quando for aprovado”, acrescentando que pode demorar muito mais do que o esperado.

Recentemente o WeBitcoin noticiou que o Executivo Chefe do BCB Group Oliver von Landsberg-Sadie afirmou que a alta foi causada por um pedido avaliado em aproximadamente US$100 milhões nas exchanges Coinbase, Bitstamp e Kraken.

No momento da escrita, o valor do Bitcoin é de US$4866 de acordo com o CoinMarketCap.