CEO da Ripple, Brad Garlinghouse afirma que a mudança da inflação do Fed é boa para as criptomoedas

Brad Garlinghouse enxerga fatores positivos para as criptomoedas na decisão do Fed a respeito da inflação

Em um tweet de 28 de agosto, o CEO da Ripple, Brad Garlinghouse, compartilhou sua opinião sobre a decisão histórica do Federal Reserve (Fed) de permitir que a inflação ultrapasse a meta de 2%.

Garlinghouse acredita que essa mudança sem precedentes na política monetária está preparando o cenário para uma desvalorização do dólar “no curto prazo”, o que beneficiará a indústria de criptomoedas.

Jerome Powell faz história

Em 27 de agosto, o presidente do Fed, Jerome Powell, causou turbulência no mercado com seu discurso virtual que pôs fim à política duradoura de aperto quantitativo que mantém a inflação sob controle com o aumento das taxas de juros.

Powell deixou bem claro que o banco central estava disposto a manter as taxas de juros em 0,25% nos próximos anos.

O limite de 2 por cento, o legado do ex-chefe do Fed Ben Bernanke, não está mais em jogo, pois o Fed está lutando para reviver a economia em dificuldades.

article image

Imagem por: commons.wikimedia.org

 

Conforme relatado pelo U.Today, Bitcoin e ouro subiram drasticamente com as notícias, recuando logo em seguida. Ambos os ativos estão verdes hoje.

A “japonificação” dos EUA

No início deste mês, Garlinghouse observou que a população global estava perdendo a confiança no dólar americano, criando uma necessidade de diversificação:

“À medida que as populações globais continuam a perder a confiança nas moedas fiduciárias (como estamos vendo com o USD), elas escolherão diversificar. Nosso futuro sistema financeiro global fará o mesmo.”

Dito isso, “temores de aviltamento” podem ser exagerados, mesmo à luz da mais recente reviravolta do Fed.

Jonathan Golub, do Credit Suisse, disse recentemente ao Financial Times que espera que a maior economia do mundo passe pela “japonificação”:

“Tivemos 30 anos de Japão fazendo uma política muito, muito agressiva, e não houve inflação ou crescimento lá. Por que acreditamos que seremos diferentes?”

Apesar de manter sua política monetária extremamente frouxa por anos, o Japão endividado não está conseguindo aumentar a inflação e restaurar sua economia estagnada.

Fonte: U.Today

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.