Empresas em Cingapura fecham caixas eletrônicos de criptomoedas

Os caixas eletrônicos de criptomoedas em Cingapura estão fechando após repressão do regulador financeiro da cidade-estado

Contra Capa 68

Conforme divulgado por Decrypt, os caixas eletrônicos de criptomoedas estão fechando em Cingapura depois que a Autoridade Monetária de Cingapura (MAS), o regulador de serviços financeiros da cidade-estado, anunciou uma repressão à publicidade relacionada a criptomoedas.

Conforme Daenerys & Co., maior operadora de caixas eletrônicos de criptomoedas de Cingapura disse:

As novas diretrizes do MAS em relação aos caixas eletrônicos foram uma surpresa inesperada.

Os caixas eletrônicos de criptomoedas facilitam a compra de Bitcoin, ou outras criptomoedas, o que preocupa o regulador.

Conforme relatado pelo MAS:

Fornecer acesso pessoal aos serviços de DPTs (criptomoeda) em áreas públicas por meio do uso de caixas eletrônicos (ATMs) é uma forma de promoção dos serviços de DPT ao público. Esse acesso conveniente pode induzir o público a negociar DPTs por impulso, sem considerar os riscos de negociar em DPTs

A posição de Cingapura sobre criptomoedas

Os fechamentos de caixas eletrônicos são apenas parte de uma repressão cripto mais ampla que ocorre em Cingapura.

No início desta semana, o MAS também disse às empresas de criptomoedas que parassem de anunciar seus produtos ao público.

O regulador disse que as empresas de cripto “não devem retratar a negociação de DPTs de uma maneira que banalize os altos riscos da negociação de DPTs e não devem promover seus serviços de DPT em áreas públicas em Cingapura ou por meio de qualquer outra mídia direcionada a o público em geral em Cingapura.

Essa suspensão inclui caixas eletrônicos, mas também significa que as empresas de criptomoedas que operam em Cingapura não podem mais se envolver com terceiros, como influenciadores de mídia social, nem promover seus serviços em qualquer outro lugar que não seja seu próprio site, aplicativos ou contas oficiais de mídia social.

A política de linha dura deste ano segue o confronto do ano passado entre o MAS e a exchange de criptomoedas Binance, que procura uma sede desde que o CEO Changpeng Zhao admitiu que era necessário satisfazer os reguladores em todo o mundo.

Em agosto, a MAS disse que a Binance não estava licenciada em Cingapura (embora estivesse passando pelo processo de inscrição necessário).

Um mês depois, o regulador colocou a Binance na “Lista de Alerta de Investidores” de Cingapura.

Em dezembro, a Binance retirou seu pedido de licença .

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_