Clientes do Grupo Bitcoin Banco convocam manifestação na sede da empresa

Insatisfeitos com atrasos e limitação do valor para saques, clientes do Grupo Bitcoin Banco organizam manifestação em frente à sede do Grupo, em Curitiba.

Clientes do Grupo Bitcoin Banco insatisfeitos com a empresa se juntaram para organizar um protesto em resposta aos atrasos enfrentados na tentativa de realizar saques – muitos desses solicitados meses atrás. A manifestação está sendo organizada por meio das redes sociais e está marcada para segunda, dia 12 de agosto. O grupo no telegram referente à manifestação já contava com mais de 400 participantes no momento da redação.

A mobilização também acontecia simultaneamente no Facebook e no Twitter, com usuários convocando clientes e canais de notícias para o protesto na sede da empresa.

Clientes relatam dificuldades causadas pelos atrasos

Conforme apurado pela InfoMoney, o Grupo Bitcoin Banco teve R$ 726 mil bloqueados pela Justiça no mês de junho. Já no mês anterior os saques haviam sido suspensos, gerando insatisfação e prejuízos para os clientes.

Nossa equipe conversou com dois clientes que afirmam estar sendo lesados pelo GBB.

“Tudo o que foi prometido pelo dono do grupo GBB não foi cumprido”, nos contou Henrique, de 42 anos, residente em São Paulo.

Outra cliente, identificada apenas como Mari, relata estar enfrentando problemas financeiros por conta dos atrasos nos pagamentos:

“Estou desempregada, tenho um filho de 3 anos, peguei toda minha rescisão e coloquei nas plataformas do Grupo(Bitcoin Banco). Agora vou perder meu plano de saúde e estou com o condomínio atrasado”

Ambos alegaram ter medo de sofrer algum tipo de retaliação e pediram para não ter os nomes reais divulgados.

Também tivemos acesso a relatos de pessoas no grupo do telegram que alegam estar enfrentando dificuldades financeiras.

Resposta do GBB

Tentamos contato com o diretor de operações do Grupo Bitcoin Banco, Brunno Ramos e não obtivemos sucesso. Também através da assessoria de imprensa do Grupo não obtivemos retorno até o presente momento.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.