Cofundador da Ethereum, Anthony Di Iorio renuncia ao cargo de CEO da Decentral

Com a retirada de Anthony Di Iorio, a ex-gerente de produto Maggie Xu assumirá o comando como nova CEO da empresa

O bilionário e veterano da indústria cripto Anthony Di Iorio, fundador da Decentral, fabricante de wallets da Jaxx, se aposentou esta semana para se concentrar em iniciativas filantrópicas.

O cofundador da Ethereum continuará financiando e aprovando orçamentos da Decentral como presidente do conselho. Enquanto isso, a ex-gerente de produto Maggie Xu, namorada de dois anos de Di Iorio, assumirá o comando como nova CEO da empresa.

“Se ela desenvolver um roteiro e me apresentar, ele será aprovado dependendo de quais recursos ela precisa”, disse Di Iorio. “Fico feliz em continuar financiando a Decentral se fizer sentido”.

Voltando no tempo, em 2018, Di Iorio disse que a cripto wallet tinha até um milhão de usuários mensais e processou mais de U$ 2 bilhões em criptomoedas por meio de uma parceria com a ShapeShift. Por volta dessa época do ano passado, a empresa passou por uma campanha ambiciosa para atrair integrações pagas com provedores de serviços, como startups e exchanges, além de planos futuristas de escritório com um estúdio de holograma.

Mas então o mercado em baixa bateu forte. As taxas de transação da integração da ShapeShift foram o fluxo de receita principal da Decentral, explicou Di Iorio, chegando a U$ 300.000 por mês. Quando a ShapeShift começou a exigir informações do tipo “conheça seu cliente” no outono passado, a receita diminuiu para um valor pequeno. A Decentral demitiu quase metade de sua equipe, disse ele, chegando até os 14 funcionários que possui hoje.

Decentral hoje

Atualmente a Decentral está contratando novamente algumas posições de desenvolvedor, pois no momento executa quase uma dúzia de nós para facilitar integrações e fluxos de dados entre os ativos suportados no aplicativo móvel. Xu disse à CoinDesk que finalmente garantiram cinco parcerias de integração, incluindo GiftPay e Changelly, que devem permitir aos usuários converter tokens dentro do aplicativo e gastá-los com cartões-presente até 2020.

“Precisamos adicionar as funções com as quais as pessoas se preocupam, que são poder comprar e vender criptomoedas, convertê-las e enviá-las, enquanto pode conhecer outras pessoas da comunidade”, disse Xu. “Estamos procurando trazer de volta os encontros da Decentral”.

Como ex-advogada e líder de produtos, Xu disse que sua combinação de conhecimentos ajudará a tornar o crescimento e o marketing do negócio mais eficientes.

Nos próximos seis meses, Xu planeja priorizar essas integrações e buscar financiamento por meio de parcerias estratégicas. Ela falou ainda da versão mais recente da wallet mobile,  Jaxx Liberty, que recebeu 250.000 downloads no ano passado.

Xu concluiu:

“Trata-se de tentar levar todo esse movimento para o público geral”.

Fonte: coindesk

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.