CoinMarketCap sofre ataque hacker e dados de 3 milhões de usuários foram comprometidos

Um relatório recente afirma que cerca de 3,1 milhões de endereços de e-mails pertencentes a usuários do CoinMarketCap vazaram e estão sendo negociados online.

De acordo com um relatório recente de um site que rastreia várias ameaças à segurança cibernética, incluindo hacks e contas online comprometidas, cerca de 3.117.548 endereços de e-mails de usuários do CMC vazaram em 12 de outubro.

No entanto, o vazamento permaneceu desconhecido até que os endereços de e-mails foram descobertos em vários fóruns de hackers onde estavam sendo negociados.

CoinMarketCap confirma vazamento de dados

O relatório revelou ainda que as senhas desses endereços de e-mails vazados não foram comprometidas no hack.

Falando sobre o assunto, um representante do CMC disse:

CoinMarketCap tomou conhecimento de que lotes de dados apareceram online com o propósito de ser uma lista de contas dos usuários. Embora a lista de dados que vimos sejam apenas endereços de e-mails (sem senhas), encontramos uma correlação com nossa base de assinantes.

O conhecimento de que nenhuma senha foi comprometida pelo vazamento traz uma certo alívio para os usuários afetados. Além disso, a ausência de senhas pode indicar que o ataque ao CoinMarketCap provavelmente não teria sido um grande roubo.

No entanto, o vazamento de dados comprometeu a privacidade dos usuários e pode abrir espaço para vários ataques direcionados aos clientes, incluindo phishing.

Ainda é um mistério

O representante da CoinMarketCap revelou ainda que a violação de dados não veio de nenhum dos servidores do site, e eles ainda não identificaram a causa exata do hack.

Não encontramos nenhuma evidência de vazamento de dados de nossos servidores – estamos investigando ativamente esse problema e atualizaremos nossos assinantes assim que tivermos novas informações.

Casos anteriores

Enquanto isso, o vazamento de dados não é um fenômeno novo na indústria de criptomoedas. Nos últimos anos, várias empresas de criptomoeda, incluindo BitMEX, Ledger e muitas outras, tiveram seus dados vazados, prejudicando milhões de clientes.

No final de 2020, o provedor de carteira de hardware Ledger descobriu que os dados pessoais de vários de seus usuários (exceto usuários brasileiros), incluindo endereços de e-mails, números de telefone, endereços postais e outros dados, vazaram em vários fóruns públicos.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_