Com prazo final marcado para 2022, Monero já teve 90% dos blocos minerados

Mais de 16 milhões de unidades já estão presentes no mercado

Até o dia 31 de maio de 2022 haverão 18,4 milhões de unidades da criptomoeda Monero no mercado, e atualmente, mais de 90% já foi minerado.

De acordo com o MoneroBlocks.info, já foram emitidas em torno de 16,6 milhões de unidades. Ao passo que as emissões são integradas à oferta total, o projeto da criptomoeda mudará para um novo programa de fornecimento.

Segundo análises de anúncios anteriores do projeto, as mineradoras irão obter uma recompensa de 0,6 XRM por bloco, o que poderia manter a integridade segurança geral do blockchain da moeda.

“Mineradores precisam de um incentivo. Graças ao tamanho dinâmico do bloco, a competição (…) resultará na diminuição de taxas”, explicou a Moneropedia.

Em casos de mineração não rentável, as mineradoras perdem o incentivo e encerram as atividades, reduzindo a segurança da rede.

Similar ao Bitcoin, a Monero também reduz o fornecimento de tokens colocados em circulação por meio da mineração. A partir de agora, o projeto oferece uma recompensa de 3,41 XRM por bloco, e está programado para diminuir, até atingir 0,6.

No caso do Bitcoin, em 2040 a moeda terá sido explorada em 99,8%, com os 0,2% restantes espalhados pelos próximos 100 anos, apresentando o total de 21 milhões de unidades em 2140.

FONTE: CCN

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli