Comissária da SEC afirma que um ETF de Bitcoin é “definitivamente possível”

Segundo ela, a Comissão “ultrapassou sua jurisdição” ao avaliar o ativo

Hester Peirce, comissária da SEC, participou do podcast “What Bitcoin Did” (O que o Bitcoin Fez) neste fim de semana, e afirmou que um futuro ETF de Bitcoin é “definitivamente possível”.

A comissária já possuía a simpatia do setor por se posicionar à favor do mercado. Em julho, Peirce entrou em discordância com a SEC após esta afirmar que o Bitcoin não era “maduro o suficiente, respeitável o suficiente ou regulamentado o suficiente” para ser digno do mercado.

De acordo com ela, a Comissão ultrapassou sua jurisdição ao avaliar o ativo ao invés do mercado onde este seria negociado.

No podcast, a comissária reafirmou que a SEC possui um mandato específico para manter o marco regulatório. Ela declarou ainda que acredita que a SEC deve permitir as inovações desta estrutura, ao invés de intervir.

Peirce explicou que a Comissão trouxe especialistas para realizar assessorias na área de cripto, levando a agência a adotar uma abordagem mais cautelosa. De acordo com ela, perseguir malfeitores que utilizam criptomoedas para enganar a população é mais do que certo. Entretanto, a intensidade da atividade pressiona a permissão para mais espaço voltado à inovação.

FONTE: BITCOINIST

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli