Como configurar qualquer rede Blockchain na metamask em 15 segundos

Há centenas de redes diferentes que podem ser configuradas na Metamask com 3 passos simples em poucos segundos

Configurar Metamask com qualquer rede blockchain

A metamask é uma carteira de criptomoedas usada para interagir, inicialmente, com o blockchain Ethereum. Ele permite que os usuários acessem sua carteira Ethereum por meio de uma extensão do navegador ou aplicativo móvel, que pode então ser usado para interagir com aplicativos descentralizados (dapps).

Com uma configuração simples dentro do próprio software, foi possível configurar outras redes blockchains. Neste artigo, a Webitcoin mostra o passo a passo para configurar a rede da Binance Smart Chain (BSC) do zero.

Você pode conferir o artigo anterior para ver a forma manual de fazer nas configurações, mas agora vamos mostrar uma maneira muito mais rápida e prática de configurar qualquer rede em 3 passos (e em 15 segundos):

Passo a passo para configurar qualquer rede na Metamask

1 – Primeiro você vai acessar o site chainlist.org – o site é uma lista de Redes EVM; os usuários podem usar as informações para conectar suas carteiras e provedores de middleware Web3 ao Chain ID e ao Network ID apropriados para conectar-se à cadeia correta. A solução não carece de conhecimento técnico, o site só facilita e o usuário (nós) podemos conectar uma rede com apenas 2 cliques.

2 – Agora você vai conectar a sua metamask no site.

Clique em Connect Wallet, depois ponha a senha da sua carteira e depois clica em Desbloquear. Vai aparecer sua carteira conectada.

Conectando metamask na chainlink

3 – Agora você vai escolher qual a rede você vai conectar na sua metamask.

Você pode pesquisar na busca do site pela rede que você quer ou pode ir rolando a página para baixo para ver as redes disponíveis. São centenas de redes diferentes. Você pode conectar a Rede BSC dessa forma ou muitas outras relevantes com a Polygon, a Fanton, etc.

Buscando a rede pra conectar na metamask

Como exemplo, vamos escolher a rede da EOS para conectar na nossa carteira metamask. Depois que eu achar na busca ou rolando para baixo, é preciso clicar no botão Add To Metamask.

eos mainnet

Dica: Geralmente há mais redes com o mesmo nome, a principal e a de teste; por exemplo, tem a BSC Mainnet e a BSC testnet (que é a de teste). Você vai conectar geralmente com a rede principal (a mainnet).

Depois que clicar no botão Add To Metamask, vai aparecer para você Aprovar a rede. Você clica em aprovar e pronto, a rede já está inclusa na sua metamask sem precisar de nenhum conhecimento técnico.

rede inclusa na metamask

A metamask ainda vai perguntar se você quer trocar de rede, pois, nesse momento, teoricamente você está usando a rede da Ethereum. Se você vai utilizar agora você pode clicar em Trocar de Rede e já vai estar mostrando a rede da EOS.

Ao abrir a metamask, lá em cima onde está EOS Mainnet (ou está Mainner do Ethereum) você pode trocar a rede quando quiser e utilizar quando precisar.

Viu, muito simples, agora você pode aderir a maioria das redes blockchains com 2 cliques e em poucos segundos na metamask.

Foto de André Cardoso
Foto de André Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/