Comunidade reage quanto ao banimento de anúncios sobre Bitcoin pelo Facebook

Usuários do Facebook não serão mais bombardeados com anúncios de criptomoedas, ICOs e Bitcoin enquanto utilizarem a referida rede social.

A companhia declarou o banimento de todos os anúncios envolvendo os assuntos acima – que, segundo ela, citam “serviços e produtos financeiros frequentemente associados com práticas promocionais enganosas.”

Infelizmente, prestadores legítimos de serviços financeiros serão colocados no mesmo saco – o que exclui qualquer anúncio sobre criptomoedas e produtos relacionados no Facebook.

Anunciantes que não retirarem suas propagandas serão banidos do Facebook, bem como do Instagram e da plataforma de anúncios, Audience Network.

O diretor de assuntos técnicos relacionados a anúncios do Facebook, Rob Leathern, disse que o banimento foi “intencionalmente abrangente”, em um esforço de cortar pela raiz “anúncios enganosos”.

A reação da comunidade

Como de costume, uma viagem pelas timelines de diferentes redes sociais fornece um material de leitura interessante – com opiniões variadas em relação ao acontecimento acima exposto, ocorrido na esfera das criptomoedas.

A jogada da rede social em relação aos anúncios foi recebida com várias formas de ceticismo no Twitter.

O usuário Armin van Bitcoin alfinetou de leve Mark Zuckerberg, que recentemente fez comentários positivos em relação à tecnologia blockchain:

Três semanas atrás: ‘estou interessado em aprender mais sobre descentralização e como colocar o poder de volta nas mãos das pessoas.’

Hoje: Facebook bane anúncios promovendo Bitcoin,” chamando Zuckerberg de ganancioso e hipócrita.

Outro usuário usou apenas a hashtag #descentralizado, quando perguntou porque tal atitude foi tomada:

“#descentralizado Eu me pergunto a razão por trás do banimento do Facebook”

O usuário Sunny Nehra apontou que muitos usuários do Facebook foram enganados por anúncios de falsas ICOs, veiculados através da rede social:

“O Facebook baniu todos os anúncios relacionados a criptomoedas, ICO, trocas binárias, etc. Muitas pessoas foram roubadas através de anúncios de ICOs falsas no Facebook, sendo TON e jio grandes exemplos.”

Por sua vez, Brian Haggerty disse que a atitude do Facebook não tem nada a ver com Bitcoin – já que as notícias inevitavelmente geraram medo, incerteza e dúvida.

“Então, mais fuds. Todo mundo entra em pânico, como de costume. O que a notícia [do Facebook banir anúncios relacionados à esfera das criptomoedas] tem a ver com o Bitcoin? Nada. Bitfinex, Tether e Facebook banindo anúncios sobre criptos tem ZERO relação com Bitcoin. É por isso que a educação é vital nesta nova área.”

Omar Bham especulou que o ato pode acarretar no aumento de anúncios em outras plataformas, como o Google, que lucrarão com a decisão do Facebook.

“O bom, o mau e o feio. Me pergunto se o Google seguirá o exemplo, ou simplesmente aproveitará o aumento na receita envolvendo anúncios… Isso realmente causa um impacto em todos da indústria.”

Um usuário afirmou que a jogada cria uma nova oportunidade para que as pessoas comprem Bitcoin, tendo em vista que seu valor reagiu ao anúncio.

“Facebook bane anúncios relacionados a criptomoedas. Samsung começa a produzir ASICS. Bitcoin cai para menos de $10000. A mídia mainstream continua veiculando a boa e velha notícia furada “Bitcoin está em colapso”. E eu aqui comprando BTC.”

O primeiro tweet é provavelmente o mais revelador, já que ressalta o nível de hipocrisia de Mark Zuckerberg.

No começo de janeiro, o fundador do Facebook disse que estava “interessado em se aprofundar e estudar sobre os aspectos positivos e negativos destas tecnologias, e como utiliza-las da melhor forma a nosso favor.”

Os golpes envolvendo ICOs anunciadas no Facebook pode ter fisgado investidores inocentes e é certo dar um fim a estas práticas. Contudo, um banimento geral acaba punindo negócios legítimos que estão fazendo avanços fundamentais no desenvolvimento de diferentes aplicações do blockchain.

Fonte: The Cointelegraph

Edição: Webitcoin