Lightning Network: Conheça o poder dessa tecnologia

Lightning Network com certeza pode ser uma ferramenta para superar limitações dentro das redes existentes

Conheça o poder da Lightning Network

Lightning Network é um protocolo de pagamento que opera em blockchains. Permite transações instantâneas entre nós participantes e é proposta como solução para o problema de escalabilidade do bitcoin. A Lightning Network é composta por nós e canais de pagamento bidirecionais.

Esse conceito foi criado por Joseph Poon e Faddus Dryya em 2015. A ideia principal do projeto é desenvolver um protocolo de pagamento que possa ser usado como uma solução não-chain para os problemas de escalabilidade enfrentados pela blockchain do Bitcoin, mas o conceito também pode ser aplicado a outras criptomoedas.

Representação gráfica de como funciona a Lightning Network. Imagem: TheBlockPro

De acordo com um relatório da Universidade de Viena, 45% de todos os nós da Lightning Network operam na América do Norte, a maioria deles nos Estados Unidos. A Lightning Labs, desenvolvedora líder desta solução de dimensionamento, está registrada no país. Blockstream, a maior empresa de desenvolvimento de Bitcoin, está registrada no Canadá.

Vamos por partes

A rede Bitcoin foi criada de tal forma que pode processar 7 transações por segundo. O aumento do número de operações por unidade de tempo ou escalabilidade não está previsto pelos protocolos. 10 anos após o lançamento da primeira criptomoeda, a largura de banda tornou-se insuficiente. Devido ao grande fluxo de usuários, a rede é lenta para confirmar transações. E nos horários de pico, as comissões dos usuários aumentam significativamente.

Para competir com sistemas de pagamento modernos, o Bitcoin deve acelerar para pelo menos 24.000 pagamentos por segundo. Ao mesmo tempo, a capacidade máxima do sistema Visa, por exemplo, está no nível de 50.000 transações por segundo.

A rede Bitcoin Lightning está atualmente em desenvolvimento. O objetivo do projeto é acelerar as transações entre usuários do Bitcoin sem comprometer a segurança. Além disso, os organizadores se concentram em uma descentralização ainda maior do que na própria rede de criptomoedas.

Foco em pagamento

A principal área de aplicação da tecnologia Lightning Network deve ser as plataformas de criptomoedas. Em algumas plataformas, é possível transferir fundos entre usuários registrados de forma rápida e sem comissão. No entanto, a Lightning Network pode atuar como um serviço de processamento entre exchanges de criptomoedas e transferir fundos entre carteiras cripto, sem a necessidade de gravar dados na blockchain.

Sem dúvidas dá para se dizer que a Lightning ajudou muito a rede Bitcoin na redução da carga na rede. A comissão diminuiu e a velocidade de processamento das transações aumentou, mesmo para quem não usa essa tecnologia.

Em teoria, a Lightning Network poderia ser usado para pagamentos instantâneos em aplicativos ou jogos online. O surgimento de startups focadas em fornecer tanto a infraestrutura para o ambiente de games quanto na produção destes jogos com integração da Lightning vem ganhando bastante notoriedades.

Além disso, a tecnologia pode funcionar não apenas com bitcoin. Pode ser aplicado em diferentes blockchains, incluindo Ethereum, Litecoin e outros.

O poder da Lightning Network pode ser testada em diferentes setores, como por exemplo em acesso instantâneo aos mercados derivativos, obtendo benefícios na questão da rapidez para obter fundos dentro e fora da exchange, sem altas taxas de transação e não correr o risco de liquidações desnecessárias por não ser capaz de completar a margem com rapidez suficiente.

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8