Coreia do Sul: Hackers faturaram US$100 milhões invadindo wallets e exchanges de criptomoedas nos últimos 3 anos

US$73 milhões foram roubados só neste ano

Após a realização de um compilado dos incidentes dos últimos 3 anos, a Agência Nacional de Polícia da Coreia do Sul declarou um total de 7 casos de hacking de exchanges de criptomoedas e 158 hacks de wallets, dois quais 91 ocorreram só neste ano.

Intitulado “Status e medidas de danos causados por hackers na exchanges de criptomoedas nos últimos 3 anos”, o relatório foi revelado na quarta-feira passada (3 de outubro) pelo legislador sul coreano Cho Won-jin.

WeBitcoin: Coreia do Sul: Hackers faturaram US$100 milhões invadindo wallets e exchanges de criptomoedas nos últimos 3 anos

Leia mais: Bitfinex supostamente fecha parceria com o HSBC

De acordo com os dados apresentados, a quantidade ilegalmente adquirida pelos hackers gira em torno de US$99 milhões. Só neste ano foram roubados US$73 milhões.

Segundo o Korean Digital Times, dos 158 casos relatados de invasão de wallets, apenas 6 puderam ser detidos.

Visando prevenir tais ocorrências, o governo coreano tem conduzido inspeções de segurança nas exchanges que operam no país. De acordo com os relatórios apresentados, as autoridades identificaram diversos problemas de segurança.

Segundo informações adquiridas durante a pesquisa, 3 exchanges de criptomoedas foram hackeadas mesmo após as inspeções.

Leia mais: CEO da Binance afirma que segurança é um fator básico para exchanges

FONTE: BITCOIN.COM