Coréia do Sul prestes a regulamentar exchanges de Bitcoin

A responsabilidade em regulamentar exchanges

As autoridades sul-coreanas estão próximas de dar os toques finais nas regulamentações de exchanges de bitcoins e criptomoedas.

O órgão responsável pela regulamentação sul coreana, Financial Services Commission (FSC), está desenvolvendo os regulamentos que exigirão que exchanges cripto sigam às regras.

O órgão regulador revelou publicamente sua intenção em apresentar regulamentações com foco em parâmetros regulatórios e de licenciamento para exchanges de bitcoin no ano passado. Na época, o Presidente do FSC Yim Jong-yong disse:

“O governo trabalhará na sistematização da moeda digital em grande escala, em conjunto com uma tendência global nos Estados Unidos, Japão e outros países.” 

Seis meses mais tarde, uma falta do consenso entre múltiplas autoridades coreanas, incluindo o banco central e vários ministérios governamentais, sobre uma regulamentação unificada deixou o plano no limbo.

De acordo com notíciário regional Hankyoreh, com a chegada do fim do ano, o FSC está supostamente próximo de concluir seus projetos regulamentares. O relatório sugere que os novos regulamentos propostos “considerariam o funcionamento de exchanges de criptomoedas (tais como Bithumb, Coinone e Korbit) como angariadores de fundos não autorizados.” Por exemplo, as exchanges cripto são atualmente consideradas como comércio eletrônico, o que permite que se registrem como um comércio online e operem como um site de comércio eletrônico. Apesar de criptomoedas não serem reconhecidas como moeda corrente ou instrumento financeiro, os regulamentos irão classificar exchanges de criptomoedas como angariadores de fundos não autorizados.

Leia mais: Ethereum causa aumento nas vendas de placas de vídeo Nvidia

Seria o fim das exchanges?

A classificação não ilegalizará exchanges cripto. Em vez disso, novas diretrizes regulatórias irão exigir que plataformas de troca e exchanges sigam certas regras e medidas.

Um oficial do FSC, citado por Hankyoreh, disse:

“As exchanges cripto deverão manter padrões para a proteção do consumidor e para o aumento na transparência das operações, tais como ter depósitos separados para os ativos de clientes, e a criação de um procedimento para confirmar identidade dos mesmos. As autoridades também poderão indiciar exchanges que quebrarem estas regras.”

Os regulamentos também impedirão o uso de criptomoedas como uma ferramenta para lavagem de dinheiro.

Ao falar na terça-feira em um fórum organizado pelo órgão de fiscalização financeira da Coréia, o vice-presidente da unidade de inteligência financeira do FSC, Kim Yong-beom, reconheceu a ascensão rápida no interesse e na adoção das criptomoedas como o bitcoin e o Ethereum na sociedade coreana.

De acordo com o Yonhap, o oficial disse:

“Iremos desenvolver contramedidas completas que impedem que criptomoedas, como o bitcoin, sejam uma nova maneira de lavar dinheiro.”

As autoridades coreanas irão regulamentar a indústria de criptomoedas numa fase em que o país está firmemente solidificado entre os maiores mercados negociadores de criptomoedas.

Fonte: Cryptocoinsnews.com

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/