Coreia do Sul planeja aplicar impostos sobre rendimentos em Bitcoin

Coreia do Sul e seus planos futuros

O serviço nacional de impostos (NTS) da Coreia do Sul está avançando com uma estrutura para impor taxas em criptomoedas, incluindo o bitcoin.

Dirigido sob a supervisão do Ministério coreano de estratégia e finanças, o serviço nacional de impostos tem como objetivo avaliar e coletar impostos internos no país. Enquanto a Coreia do Sul se torna um dos maiores mercados de bitcoin e criptomoedas do mundo, a autoridade fiscal está prosseguindo com seu plano de aplicar impostos sobre o rendimento e um imposto sobre a transferência de rendimentos em criptomoedas.

De acordo com um relatório do Business Korea, o plano de aplicar impostos foi discutido ontém durante o fórum de Administração de Impostos Nacionais de 2017, um evento patrocinado pela NTS. Kim Byung-il, professor de economia e tributação na Universidade de Kangnam abordou “várias questões fiscais” incluindo a qualificação legal das criptomoedas para “determinar se deve ou não impor taxas e como impor taxas como, por exemplo, um imposto sobre o valor agregado.”

O acadêmico, ao falar no fórum coorganizado pelo Comitê coreano de reforma de administração tributária e pelo instituto coreano de finanças públicas, exortou o governo a examinar “completamente” o status legal das criptomoedas e sua tributação em outros países, acrescentando:

“O governo precisa definir um padrão de impostos especificamente detalhados e introduzir o sistema de registro e identificação de exchanges cripto a fim impedir a evasão fiscal.”

Leia mais: Empréstimos e opções de crédito de criptomoedas em alta

Melhorando o sistema

O relatório também cita uma declaração de um oficial da NTS em que dizia que a autoridade está “considerando uma melhoria nos sistemas de arquivamento de impostos”, um movimento que tornaria obrigatória a inscrição de transações cripto em qualquer negócio.

O oficial da NTS disse:

“O princípio básico consiste em taxar o rendimento. É importante coletar dados detalhados, como quem fez as transações e como foi ofertado para aplicar impostos. Para este fim, estamos considerando uma melhoria nos sistemas.”

Como relatado na última semana, o regulador financeiro da Coreia do Sul está próximo de emitir os planos regulatórios finais para as exchanges de bitcoin e de criptomoedas que exigirão que sigam normas específicas para o funcionamento.

Fonte: Cryptocoinsnews.com