Credores do MT Gox apresentam petição para receber pagamentos em Bitcoin

Uma corrida contra o tempo

Credores do MT Gox apresentaram uma petição em Tóquio para dar início a um processo de recuperação judicial e receberem pagamentos em bitcoin.

De acordo com um relatório da Nikkei, credores do Mt Gox apresentaram uma petição ao Tribunal Distrital de Tóquio buscando interromper o processo de falência, e em vez disso, dar início a um processo de recuperação judicial.

Antes de sua queda em 2014, o MT Gox foi uma das maiores exchanges de bitcoin do mundo devido seu alto volume de negócios. Os atuais processos de falência do Mt Gox determinam os pagamentos devidos aos credores de acordo com o valor de mercado dos patrimônios da empresa na época da falência. Se comparado com o valor atual de quase $17.000 dólares, o valor de mercado do bitcoin no momento da queda do Mt Gox estava abaixo dos $450 dólares.

Leia mais: Mike Novogratz pessimista após aumento no preço do Litecoin

Um de seus credores informou à CNN que as reivindicações de credores são limitadas a um valor máximo de $480 dólares, após ser revelado que o ex-chefe do MT Gox, Mark Karpeles, deverá receber hoje a maior parte do lucro do processo de falência – valor na casa dos bilhões. Sob os atuais processos, o Mt Gox deverá ter um valor excedente de 200 bilhões de ienes ($5.827 bilhões de reais) após pagamentos a seus credores. Uma investigação sobre a falência recuperou 200.000 bitcoins, aproximadamente $3.4 bilhões de dólares no preço atual.

Em consequência disso, os credores estão tentando impedir o processo de falência e dar início a um processo de recuperação judicial que irá permitir que recebam pagamentos em bitcoins – o que é bem mais valioso hoje.

O tribunal distrital de Tóquio analisará a petição e deverá tomar uma decisão no início de 2018.

Fonte: Cryptocoinsnews.com