Criptomoedas se tornarão uma forma de pagamento mainstream dentro de uma década, aponta estudo

Um novo estudo descobriu que criptomoedas, como o Bitcoin, possuem o potencial de se tornarem formas de pagamento mainstream, e atualmente já atendem um dos três principais critérios de “dinheiro”, segundo um comunicado à imprensa emitido pela eToro ontem. O estudo mencionado no comunicado é um esforço conjunto do Imperial College e da plataforma de troca do Reino Unido, eToro.

Leia mais: Exchange descentralizada Bancor foi hackeada, US$12 milhões em Ether foram roubados

O relatório, chamado “Cryptocurrencies: Overcoming Barriers to Trust and Adoption” (Criptomoedas: Superando barreiras para confiança e adoção), cujos autores são o professor William Knottenbelt, do Imperial College London, e o Dr. Zeynep Gurguc, da Imperial College Business School, declara que criptomoedas são o “próximo passo natural” para o dinheiro, e podem se tornar um instrumento de pagamento mainstream dentro de uma década.

Segundo o relatório, as criptomoedas já preenchem um dos três princípios fundamentais do dinheiro, ao agirem como uma reserva de valor, embora ainda não atendam aos outros dois requerimentos: agir como um meio de troca e servir como uma unidade de contabilização.

De acordo com o estudo, o Bitcoin e outras criptomoedas precisam resolver seis grandes desafios para atender a estes requerimentos: escalabilidade, usabilidade, regulamentação, volatilidade, incentivos e privacidade.

Leia mais: Pirate Bay está usando novamente os computadores dos visitantes do site para minerar Monero

O relatório ressalta que os novos sistemas de pagamento, bem como novos tipos de ativos, não emergem da noite para o dia. Iqbal Gandham, diretor de gerenciamento da eToro no Reino Unido, ressaltou que o primeiro email foi enviado em 1971, embora tenha demorado três décadas para que se tornasse algo comum e tivesse uma interface amigável ao usuário.

Gandham, que também é membro do conselho do grupo industrial CryptoUK, ressaltou que pouco mais de oito anos se passaram desde que o primeiro bitcoin foi criado, e hoje nós já estamos vendo esta criptomoeda atender aos requerimentos necessários para se tornar o “dinheiro de cada dia”. Ele acrescentou que a habilidade das criptomoedas de agilizarem pagamentos entre países pode ser o fator que as levará até o mainstream.

O professor William Knottenbelt afirmou que:

“Criptomoedas detêm o potencial de superar tudo o que nós acreditávamos saber sobre a natureza dos sistemas financeiros e ativos, graças à sua característica descentralizada.” 

Na semana passada, o chefe do Banco de Compensações Internacional (BIS), Agustin Carstens, alegou que criptomoedas não podem assumir as funções do dinheiro, fazendo um alerta aos “jovens” para pararem de tentar criar dinheiro. Em junho, o BIS redigiu um artigo de 24 páginas sobre esta questão, focando nos problemas de escalabilidade do Bitcoin. O artigo assertou ainda que criptomoedas não estão aptas a escalarem o suficiente para se tornarem um meio de câmbio na economia global.

Leia mais: Registros vinculam a exchange Bitstamp com a desenvolvedora de jogos Nexon

Fonte: The Cointelegraph